Às vésperas da Bola de Ouro, Messi faz três e Barcelona reassume liderança

Do UOL, em São Paulo

Se alguém tinha dúvidas, Lionel Messi fez questão de dizimá-las. No último jogo antes da entrega da Bola de Ouro, o argentino teve uma atuação digna de melhor do mundo, fez três gols e ajudou o Barcelona a se recuperar no Campeonato Espanhol com um 4 a 0 contra o Granada - Neymar completou o placar.

A vitória no Camp Nou deixa o Barcelona com 42 pontos, um a mais que o Atlético de Madri. Se o time de Simeone tropeçar contra o Celta, fora de casa, neste domingo, os catalães terminam a primeira metade do Espanhol na ponta. Além da liderança, o torcedor catalão pode comemorar uma boa atuação depois de dois empates nas últimas rodadas do campeonato. O último deles, o clássico contra o Espanyol, foi recheado de polêmicas e tirou Messi e companhia da ponta.

Desta vez, nem a ausência de jogadores como Iniesta, Mascherano e Daniel Alves, poupados, atrapalhou. O brasileiro, aliás, recebeu forte de apoio da torcida depois de chamar a imprensa esportiva de "p... lixo" e causar polêmica. Quando entrou em campo no segundo tempo, o lateral teve seu nome gritado nas arquibancadas e foi bastante aplaudido a cada toque na bola.

Só que ninguém brilhou mais que Messi, favorito à quinta Bola de Ouro de sua carreira. O argentino, que compete com Neymar e Cristiano Ronaldo pelo prêmio, atuou como matador e fez dois gols logo nos primeiros 15 minutos, aproveitando ótimos passes de Suárez e Arda Turan, também destaques do jogo.

Neymar, outro astro do time catalão que sonha com o título individual, também brilhou. No segundo gol, ele começa o lance que passa por Suárez e termina com Messi indo às redes. No terceiro, ele recebeu livre e conseguiu deslocar o goleiro, só que a bola bateu na trave e sobrou para o argentino fazer. No último gol, foi a vez dele. Depois de uma boa troca de passes pela direita, o brasileiro recebeu dentro da pequena área e teve calma para fazer com uma espécie de cavadinha. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos