Barcelona sofre, mas vence Málaga fora de casa. Graças a Messi

Do UOL, em São Paulo

O Barcelona passou longe das atuações brilhantes às quais o torcedor está acostumado, mas mostrou eficiência para vencer o Málaga neste sábado por 2 a 1. O jogo foi válido pela 21ª rodada do Campeonato Espanhol e serviu para colocar o Barça na liderança da competição – pelo menos, até domingo.

Embora tenha feito 1 a 0 em sua primeira oportunidade, o Barça teve um primeiro tempo bastante irregular, com muitos erros na defesa – não por coincidência, Vermaelen foi substituído no intervalo para dar lugar a Mathieu. No ataque, o time contou com Lionel Messi para decidir o jogo, com um gol acrobático aos 7 min do segundo tempo.

Com o resultado, o Barcelona chegou a 48 pontos em 20 jogos (tem um ainda atrasado em decorrência da disputa do Mundial de Clubes) e lidera o Espanhol. O Atlético de Madri tem 47 pontos, mas joga no domingo pela rodada contra o Sevilla. Real Madrid (43), Villarreal (40) e Celta (34) completam a classificação, todos com 20 jogos. O Málaga permaneceu com 24 pontos.

Mesmo atuando como visitante, o time catalão não precisou de muito tempo para abrir o placar. Logo aos 2 min do primeiro tempo, Messi lançou pela direita e Luis Suárez invadiu a área, tocando na saída do goleiro Kameni; na pequena área, Munir recebeu com o gol aberto e mandou para as redes.

Mas, apesar do gol, o Barcelona passou a vacilar na defesa, dando espaços para o Málaga buscar o empate. Na primeiras boa chance dos anfitriões, aos 13 min, Castro aproveitou a sobra de bola na entrada da área e mandou para o gol; Claudio Bravo espalmou e a bola ainda bateu na trave. Na sequência, o ataque do time da casa não conseguiu aproveitar.

Aos 25 min, em uma falha conjunta de Busquets e Vermaelen na defesa do Barcelona, o brasileiro Charles arrancou e saiu na cara do gol; no entanto, ao tentar entrar na área, recebeu o combate de Mascherano e caiu pedindo pênalti. A arbitragem não assinalou, e ainda deu cartão amarelo ao camisa 9 por simulação.

Aí, em meio a tanta pressão do Málaga e às falhas da defesa do Barça, os donos da casa chegaram ao empate. Aos 31 min, Mascherano errou na saída de bola e entregou a posse na intermediária para os anfitriões; na sequência, a bola chegou a Juanpi Añor, que bateu da entrada da área e fez 1 a 1.

Mesmo no ataque, apesar do gol prematuro, o Barcelona mostrava-se aquém do esperado. Aos 43 min, Munir invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, Kameni deu rebote nos pés de Messi, mas o camisa 10 da equipe catalã teve seu chute fraco interceptado por Miguel Torres a caminho do gol.

Mas depois do primeiro tempo apagado, Messi ressurgiu no segundo. Logo aos 7 min, o lateral esquerdo Adriano cruzou pela esquerda para o camisa 10, que concluiu com um voleio no contrapé de Kameni e recolocou o Barça na frente.

Em desvantagem, o Málaga quase empatou de novo na sequência, em chute cruzado de Chory Castro que Bravo espalmou para a área – na sobra, Mathieu afastou de qualquer maneira. Depois, aos 28 min, Camacho bateu cruzado, obrigando Bravo a defender em dois tempos. Com 32 min, Rosales também tentou, mas chutou fraco e facilitou para o goleiro.

Aos 42 min, Messi teve a chance de ampliar, mas chutou em cima de Kameni e facilitou para a defesa do camaronês. Na resposta, Chory Castro tentou o chute da linha de fundo, mas Bravo evitou de novo, na última chance real de empate dos anfitriões.

UOL Cursos Online

Todos os cursos