Com dois gols históricos de Messi, Barça vence e amplia folga na liderança

Do UOL, em São Paulo

Lionel Messi atingiu mais duas marcas históricas na carreira em um intervalo de seis minutos nesta quarta-feira, na vitória do Barcelona sobre o Sporting Gijón, fora de casa, por 3 a 1. O argentino abriu o placar e chegou ao seu 300º gol pelo Campeonato Espanhol, e pouco depois fez o gol de número 10.000 da história do Barça.

Suárez marcou o último gol dos catalães, enquanto Castro descontou para os donos da casa.

O resultado deixou o Barcelona com 60 pontos, ainda mais isolado na liderança, contra 54 pontos do Atlético de Madri e 53 do Real Madrid. Já o Gijón, com 23, é o 16º colocado, só dois pontos acima da zona do rebaixamento.

Após 25 minutos de resistência do Gijón, que fechava bem os espaços, saiu o primeiro gol histórico de Messi, com um chute certeiro de fora da área. Foi seu gol de número 300 no Espanhol - no total, o argentino já tem mais de 500 em partidas oficiais.

O Gijón empatou apenas dois minutos depois, com o jovem Carlos Castro aproveitando cruzamento. Mas Messi voltou a brilhar aos 31 minutos ao receber ajeitada de Suárez dentro da área e estufar a rede, anotando o gol de número 10.000 do Barcelona em jogos oficiais.

O detalhe é que Messi também havia sido o autor do gol 9.000 do clube, em 2010, contra o Almería.

No segundo tempo, o Barça seguiu pressionando e Neymar sofreu pênalti ao invadir a área em velocidade. Desta vez, não teve jogada ensaiada: Suárez bateu normalmente, mas parou no goleiro e desperdiçou a cobrança.

O uruguaio se redimiu aos 22 minutos, se livrando da marcação e chutando forte de perna esquerda para fazer o terceiro – ele é o artilheiro do Espanhol com 24 gols, três a mais que Cristiano Ronaldo.

De quebra, o Barça aumentou sua série invicta para 31 jogos. A última derrota do time de Luis Enrique foi em 3 de outubro do ano passado, para o Sevilla.

UOL Cursos Online

Todos os cursos