Cristiano Ronaldo faz quatro, Real goleia por 7 a 1 e espanta a crise

Do UOL, em São Paulo

Cristiano Ronaldo tem pouquíssimas chances de conquistar o título do Campeonato Espanhol nesta temporada, mas está muito motivado para faturar pelo menos um prêmio individual, a artilharia da competição. Foi o que ele mostrou neste sábado, no jogo contra o Celta de Vigo, no Santiago Bernabéu. O português fez quatro gols, comandou a goleada por 7 a 1 e se isolou na disputa contra Luis Suárez - tem 27 contra 25 do uruguaio.

A vitória deixou o Real com 60 pontos e deu mais tranquilidade ao ambiente do clube, tumultuado por derrotas e polêmicas recentes. O líder Barcelona tem 69, e o Atlético de Madrid tem 61, mas ambos possuem um jogo a menos. O Celta está em 6º, com 42 pontos, e ainda sonha com uma vaga na Liga Europa.

O primeiro tempo do jogo terminou 1 a 0 para o Real Madrid, mas não foi nada simples para o time da casa, que estava desfalcado de muitos jogadores: Bale, James Rodríguez e Marcelo começaram no banco, por problemas físicos. Kroos e Modric, pelo mesmo motivo, nem foram para o jogo. O Celta se aproveitou dessa situação, teve a primeira chance de gol, com Aspas, e dominou a partida em muitos momentos.

Quando saiu o gol, os visitantes tinham controlado a posse de bola e ameaçavam fazer pressão. Mas o Real contra-atacou e conseguiu dois escanteios. Primeiro, Casemiro quase marcou de cabeça, mas Rubén Blanco defendeu. Logo depois, aos 40min, Pepe subiu alto e acertou um cabeceio forte no gol.

No segundo tempo, o Real nem deu tempo para o Celta ameaçar uma reação, porque Cristiano Ronaldo resolveu mostrar toda sua técnica para bater na bola. Aos 4min, ele teve espaço para dominar a bola na intermediária e disparar uma bomba cheia de efeito no gol, indefensável para o goleiro. Aos 12min, Isco sofreu uma falta na entrada da área e criou a chance perfeita. O português cobrou forte e fez seu 26º gol neste Campeonato Espanhol.

O Celta ressurgiu no jogo aos 17min, com Aspas, que foi lançado de muito longe nas costas da defesa e finalizou encobrindo o goleiro Navas. Mas foi pouco para segurar Cristiano Ronaldo, que fez mais dois gols em seguida. Primeiro Isco deixou ele sozinho, com o gol aberto, para transformar a vitória em goleada. Depois, ele mostrou que tem mais um recurso e fez de cabeça.

Os outros dois gols do Real foram marcados por Jesé e Gareth Bale, que saíram do banco de reservas e aproveitaram um Celta abatido e avançado demais para ampliar o show. O espanhol avançou em velocidade, limpou a defesa e balançou a rede. Já Bale fez um gol ao seu estilo, pois puxou um contra-ataque do meio-campo e chutou de esquerda com precisão. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos