Barça é atacado por "vírus Fifa" e perde Mathieu até fim da temporada

Do UOL, em São Paulo

  • Charles Platiau/Reuters

    Mathieu saiu lesionado na vitória da França sobre a Rússia

    Mathieu saiu lesionado na vitória da França sobre a Rússia

O Barcelona saiu perdendo em relação ao Real Madrid nessa liberação de atletas para compromissos de seleções. Quatro atletas do clube catalão voltarão à Espanha sem condições de jogo: Busquets, Rakitic, Alba e Mathieu. O clube tem um clássico contra o Real, no dia 2 de abril, no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol.

O caso mais grave do Barça é do zagueiro Mathieu, que sofreu grave lesão defendendo a França e se afastará do time catalão por tempo indeterminado. O jogador francês lesionou o menisco e passará por uma cirurgia, ficando possivelmente fora do resto da temporada, sendo a principal vítima do "vírus Fifa", um apelido dado aos jornais europeus às perdas dos clubes nos amistosos de seleções. 

Busquets e Rakitic se contundiram em treinamentos da Espanha e Croácia, respectivamente, e sequer atuaram nos jogos Fifa. Os dois devem ficar fora do Superclássico.

O lateral-esquerdo Jordi Alba, por sua vez, torceu o tornozelo no empate no 0 a 0 da Espanha com a Romênia, neste domingo, e não tem presença garantida. O jogador passará por exames mais detalhados para saber a gravidade da lesão.

Ao todo, 17 atletas do time catalão representaram suas respectivas seleções, contra 12 da equipe madrilena.

Além das baixas, o Barcelona terá de recuperar a energia do elenco.

Sete atletas do Barcelona cruzaram o Atlântico nos últimos dias para jogos entre seleções. Messi, Neymar e Suárez, por exemplo, participaram de jogos pelas eliminatórias da América do Sul. Do lado do Real, três atletas tiveram de cruzar o oceano para duelos Fifa.

De acordo com o jornal As, os quilômetros acumulados pelo elenco do Barça com viagens nessas datas Fifa foram de 189 mil, contra 89 mil do time de Madri.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos