Marcelo exalta "dívida paga" e diz que Real Madrid ainda pode ser campeão

Do UOL, em São Paulo

A vitória de virada por 2 a 1 sobre o Barcelona pode não ter sido o suficiente para mudar a posição do Real Madrid na tabela de classificação do Campeonato Espanhol, mas valeu pela sensação de dever cumprido depois da goleada sofrida por 4 a 0 para o rival no primeiro turno. Pelo menos foi isso o que afirmou o brasileiro Marcelo.

"É sempre muito difícil jogar com o Barcelona, um dos melhores times do do mundo. É necessário saber sofrer, mas tínhamos uma dívida pendente com a torcida. Soubemos sofrer, tivemos paciência, e a equipe trabalhou muito. Fez um belíssimo trabalho", disse o lateral.

Marcelo foi uma das armas mais eficientes para fazer o Real Madrid sair para o jogo e criar chances de gol. Os contra-ataques e, principalmente, a capacidade de resistir aos momentos em que o Barcelona teve maior posse de bola foram pontos decisivos para a vitória da sua equipe.

"É difícil, muito difícil. Se não tem a bola, tem que correr e sofrer. No momento em que tivemos um pouco mais a bola, tivemos paciência e aproveitamos os contra-ataques", analisou.

Apesar da vitória, o Real Madrid segue em terceiro lugar. São 69 pontos conquistados em 31 rodadas, um ponto a menos do que o Atlético de Madri e sete a menos do que o Barcelona, líder do campeonato. 

Mas Marcelo se recusa a jogar a toalha. "É claro que o Real ainda pode ser campeão. Vamos lutar até o fim enquanto houver chances matemáticas", declarou. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos