Sem brilho de Messi e Suárez, Barça vence com marca histórica de técnico

Do UOL, em São Paulo

Sem o brilho da dupla Messi e Suárez, que desperdiçou algumas oportunidades, o Barcelona contou com um gol do meia croata Ivan Rakitic para vencer o Athletic Bilbao por 1 a 0, em San Mamés, neste domingo (28), em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Espanhol. 

Com o triunfo, o Barcelona não só conquistou seis pontos em seis possíveis na competição, como viu o seu técnico Luis Enrique fazer história ao chegar a centésima vitória no comando do clube.

O treinador alcançou a marca em menos jogos do que Pep Guardiola. Enquanto o atual comandante do Manchester City precisou de 139 jogos para celebrar o êxito de número 100 na Catalunha, Luis Enrique necessitou de 126 jogos para comemorar tal feito. 

Desfalques de Neymar e Iniesta, mas retornos de Ter Stegen, Mascherano e Rafinha

A equipe catalã ainda não contou com o atacante Neymar, que, após a conquista da medalha de ouro na Olimpíada do Rio, continua no Brasil e deve retornar à Espanha somente no dia 8 de setembro – depois de defender a seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Outro brasileiro que disputou os Jogos Olímpicos, o meia Rafinha já retornou para o Barcelona e atuou nos dez minutos finais do duelo. 

O espanhol Andrés Iniesta também desfalcou o Barça mais uma vez, mas por estar lesionado. Já o argentino Javier Mascherano se recuperou de uma contusão, porém ficou como opção no banco de reservas e entrou no segundo tempo.

Esta partida também foi marcada pelo retorno do goleiro alemão Ter Stegen. Recuperado de lesão, o atleta assumiu a titularidade na meta do Barça após a saída do chileno Claudio Bravo para o Manchester City. No entanto, nos próximos jogos, Ter Stegen deve ganhar a concorrência do holandês Jasper Cillensen para jogar no gol do time catalão.

Douglas já é passado na Catalunha

Contra o Athletic Bilbao, o Barcelona fez seu primeiro jogo sem o lateral direito Douglas no elenco. Depois de dois anos na Catalunha, o brasileiro foi emprestado ao Sporting Gijón na última semana. 

Na próxima rodada, o clube catalão recebe o Alavés. Por causa das datas Fifa, o duelo só será realizado no dia 10 de setembro - daqui a dois sábados. Já o time basco visita o Deportivo La Coruña, um dia depois. 

Alavaro Barrientos/AP
Rakitic cabeceia para marcar contra o Athletic de Bilbao

Athletic Bilbao começa melhor, mas quem marca é o Barcelona

Com apoio de seus torcedores em San Mamés, o Athletic Bilbao marcou a saída de bola do Barcelona nos primeiros minutos do confronto. Inclusive, os mandantes forçaram um erro do goleiro Ter Stegen, que se redimiu com uma bela defesa à queima-roupa no mesmo lance.

Mas, depois de sufocar o Barça, o Athletic sofreu um duro golpe. Aos 20 minutos, o turco Arda Turan recebeu livre na esquerda e cruzou com perfeição para Rakitic. O meia croata apareceu de surpresa na área e cabeceou com estilo para colocar o Barcelona em vantagem: 1 a 0.

A equipe basca não reagiu bem ao gol adversário. Porém, de uma forma mais tímida, continuou pressionando o rival em seu campo de defesa.

Quando conseguia sair da marcação do Athletic, o Barça levava perigo nos contra-ataques. Na melhor oportunidade para ampliar o placar, Turan chutou na rede pelo lado de fora, já no final do primeiro tempo. A dupla Messi e Suárez pouco produziu na etapa inicial. 

Ander Gillenea/AFP
Messi lamenta chance desperdiçada

Barcelona cria oportunidades, mas astros desperdiçam

Com muitos espaços no ataque, o Barça teve ótimas chances para ampliar a vantagem.

Aos 8 minutos, Messi arrancou com a bola dominada, chegou com liberdade à meia-lua e chutou para fora. Depois foi a vez de Suárez pegar bem de primeira na área, mas mandar por cima da meta de Irazoz.

A dupla apareceu novamente aos 25 minutos e, mais uma vez, a oportunidade criada foi desperdiçada. Suárez recebeu entre os zagueiros do Athletic, ajeitou para Messi e o argentino isolou.

Aos 35 minutos, Suárez deu dois belos dribles, ficou cara a cara com o goleiro, porém, outra vez, pecou na finalização. No final, os mandantes ainda quase empataram em uma cobrança de falta de Beñat, que passou rente à trave de Ter Stegen, e pediram pênalti em uma jogada entre Rakitic e Muniain. O árbitro Mateu Lahoz nada assinalou.

No último lance do confronto, Messi deixou Suárez em condições claras de fazer o segundo gol do Barça, mas a zaga rival salvou em cima da linha. 

Data: domingo, dia 28 de agosto
Local: San Mamés, Bilbao
Horário: 15h15 (Horário de Brasília)
Árbitro: Mateu Lahoz
Cartões amarelos: Umtiti, Busquets, Suárez e Sergi Roberto (Barcelona); Susuaeta, Iturraspe, Eraso, Beñate  Balenziaga (Athletic Bilbao)
Gol: Rakitic, aos 20 minutos do primeiro tempo

Athletic de Bilbao: Iraizoz; Bóveda, Laporte,  Balenziaga e De Marcos; Iturraspe (Vesga), Beñat e Eraso (Raúl García); Williams, Susaeta (Muniain) e Aduriz.
Técnico: Ernesto Valverde
Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti (Mascherano) e Alba; Busquets, Denis Suárez (André Gomes) e Rakitic; Turan (Rafinha), Suárez e Messi.
Técnico: Luis Enrique
 

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos