Luis Enrique não entende surpresa com o novo esquema do Barcelona

Do UOL, em São Paulo

Na goleada por 5 a 1 sobre o Leganés, o Barcelona entrou em campo com uma formação diferente da usual: o 3-4-3. O esquema tático, nunca utilizado pelo técnico Luis Enrique no clube catalão, surpreendeu a imprensa espanhola. Em contrapartida, o comandante da agremiação azul-grená disse que o sistema não era uma novidade. 

"Quando temos a posse de bola, jogamos muitas vezes com a linha de três em outras partidas. A diferença é que o pivô fica no meio (Rakitic fazia essa função). Desta vez, não foi o pivô que estava atrasado. Jogamos com três defensores. Não foi nada estranho", analisou o técnico, sobre a escalação chamada de 'revolucionária' pela imprensa da Espanha.

O Barça ficou escalado no 3-4-3, com uma linha de três na defesa (Mascherano, Piqué e Umtiti), quatro no meio-campo (Rafinha e Alba nas alas e Rakitic e Iniesta por dentro) e o trio Messi, Suarez e Neymar à frente. Deste modo, Busquets foi sacado para a entrada de um zagueiro.

"A ideia é ter mais de posse de bola do que o adversário e explorar os espaços para deixar os nossos atacantes em boa situação. Ainda tem coisas para melhorar", disse Luis Enrique.

No ataque, o novo sistema tático funcionou muito bem. Já que Neymar, Messi e Suárez marcaram. O brasileiro Rafinha, improvisado na lateral direita, também deixou sua marca.

Com o resultado positivo, o Barcelona assumiu a liderança no do Campeonato Espanhol com nove pontos após três vitórias em quatro partidas disputadas. Na próxima rodada da competição nacional, a equipe azul-grená enfrenta o Atlético de Madri na quarta-feira (21), às 17 horas (de Brasília), no Camp Nou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos