Com lambança da defesa e lesão de Messi, Barça fica no empate com Atlético

Do UOL, em São Paulo

O Barcelona perdeu a chance de encostar no Real Madrid na liderança do Campeonato Espanhol. Nesta quarta-feira (21), o time catalão ficou no empate por 1 a 1 com o Atlético de Madri no Camp Nou e ainda viu Lionel Messi sair lesionado no segundo tempo. Ele ficará três semanas fora dos gramados por uma ruptura muscular no adutor da coxa direita.

O croata Rakitic abriu o placar de cabeça para o Barça, mas o argentino Correa, em um incrível vacilo da dupla Piqué e Mascherano, empatou para o Atlético.

O resultado leva o Barça a 10 pontos, na terceira colocação. O líder Real Madrid tem 13, enquanto o Sevilla de Jorge Sampaoli soma 11. Já o Atlético, com 9 pontos, está em quinto.

Messi sai machucado e desfalca argentinos

Josep Lago/AFP

Enquanto esteve em campo, Messi foi o melhor do trio de ataque do Barça. Obrigou Oblak a trabalhar com um chute forte de fora da área e foi o que melhor levou vantagem contra a dura e organizada marcação do Atlético. Mas em um lance despretensioso com Godín no segundo tempo, o camisa 10 levou a mão à virilha e foi substituído por Arda Turan. O Barcelona confirmou que o tempo de baixa será de três semanas, o que tira o craque dos jogos da Argnetina contra Peru e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa, em 6 e 11 de outubro.

Dupla de ataque de Simeone sai do banco e resolve

Josep Lago/AFP

Simeone fez uma substituição dupla no ataque do Atlético aos 15 minutos do segundo tempo que teve efeito imediato. Fernando Torres e Ángel Correa entraram nos lugares de Saúl e Gameiro e, um minuto depois, participaram do gol de empate - contando com uma contribuição da defesa do Barça. Após cobrança rápida de falta, Torres passou a bola entre as pernas de Piqué, Mascherano escorregou sozinho e permitiu que Correa finalizasse com precisão no canto do goleiro Ter Stegen.

Neymar leva perigo, mas passa em branco

Pau Barrena/AFP

Como de costume nesse tipo de duelo, o brasileiro prendeu a bola para tentar quebrar o sistema defensivo do Atlético e reclamou de muitas faltas – algumas foram marcadas pelo árbitro, outras não. Mas Neymar fez um bom jogo e levou perigo à defesa rival, parando em defesas de Oblak em pelo menos duas boas finalizações. Aos 29 minutos, teve ótima chance em cobrança de falta, mas sua batida desviou na barreira e saiu.

Jogo quente e com cinco amarelos

Manu Fernández/AP

O estilo firme de marcação do Atlético de Simeone não é novidade. Neste jogo, não foi diferente, com algumas entradas duras e cinco cartões amarelos - um para o Barça, quatro para o Atlético. Um dos lances mais ríspidos foi protagonizado pelo brasileiro Filipe Luís, que chegou rasgando de carrinho em Arda Turan e foi advertido pela arbitragem pela jogada. Filipe também levou uma entrada violenta de Suárez.

UOL Cursos Online

Todos os cursos