Simeone coloca o mais cruel marcador para barrar Neymar no clássico

João Henrique Marques

Do UOL Esporte, em Barcelona

A cada escapada de Neymar pela ponta esquerda do ataque do Barcelona, lá estará um feroz marcador do Atlético de Madri. Juanfran tem histórico duro contra o brasileiro, com várias faltas, deboche marcante dos 7 a 1 da Alemanha e discussões. O novo duelo é nesta quarta-feira, às 17h (horário de Brasília), em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Espanhol.

O lateral direito do time de Madri não passa um jogo sem entrar em confusão com Neymar. No mais recente deles, quando o superava em diversos duelos individuais, foi o adversário que perdeu o controle. O brasileiro, irritado com a derrota por 2 a 0 e eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões, chutou o espanhol na linha de fundo ao perder a bola (ver vídeo).

Colocar Juanfran na cola de Neymar é uma das principais estratégias do treinador argentino Diego Simeone para tentar frear o poderio ofensivo do Barça. Tanto que o lateral espanhol foi poupado na goleada por 5 a 0 contra o Sporting Gijón no final de semana.

Na mesma rodada, Neymar foi a atração por provocar os rivais do Leganés ao passar os pés sobre a bola e tentar o drible com o Barça já em vantagem de cinco gols no placar – terminou o jogo vencendo por 5 a 1.

Lances como esses, característicos de Neymar, já deixaram muitos jogadores do Atlético de Madri irritados. O capitão Gabi colocou a mão na cara do camisa 11. Já Juanfran optou pelo deboche. Foi em duelo vencido pelo Barcelona por 3 a 2, em janeiro de 2015, pela Copa do Rei, que o espanhol fez o sinal de 7 com as mãos para irritar o brasileiro com a lembrança da Alemanha – possivelmente se esquecendo da ausência de Neymar na goleada. 

"As coisas que acontecem no campo, busco deixar no campo. O Neymar tem sua forma de jogar, e desde pequeno se comporta desta maneira. Eu não faria algumas coisas que ele faz. Fui criado em outro ambiente, com uma família e amigos diferentes. Faço as coisas como creio, e imagino que ele também. Não é melhor, nem pior, mas é diferente", disse Juanfran à rádio espanhola Cadena Ser na antevéspera do novo confronto.

Atlético, o rival mais frequente na Espanha

O Atlético de Madri é adversário comum de Neymar na Espanha. Já são 14 vezes em três temporadas que o brasileiro cruzou com a equipe de Diego Simeone. O retrospecto é altamente positivo, com 7 vitórias, 5 empates e duas derrotas.

O jogo físico do Atlético sempre deixou Neymar animado. Apesar das frustrantes eliminações em duas edições da Liga dos Campeões, o brasileiro tem boas recordações do rival, como o primeiro gol marcado no Barça sendo logo o do título na final da Supercopa da Espanha em 2013. No total, o atacante brasileiro tem seis gols marcados contra o Atlético de Madri. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos