Barcelona leva quatro do Celta em dia de gol contra e lambança de goleiro

Do UOL, em São Paulo

O Barcelona viveu dia para esquecer neste domingo (02) e acabou derrotado por 4 a 3 pelo Celta de Vigo no Estádio de Balaídos. A defesa do time catalão errou demais, e o grande destaque negativo foi o goleiro Ter Stegen, que deu fim à reação com uma lambança no segundo tempo. Sisto, Aspas, Mathieu (contra) e Hernández fizeram os gols celestes, enquanto Piqué (2) e Neymar diminuíram.

Com a derrota, o Barça perde a chance de alcançar a liderança do Campeonato Espanhol. Após sete rodadas, ocupa a terceira colocação com 13 pontos – dois a menos que Atlético e Real Madrid. O Celta de Vigo mantém sua reação e completa trinca de vitórias para se afastar da zona de rebaixamento: tem dez pontos no 11º lugar. O time celeste visita o Villarreal no próximo dia 16, um dia após o Barça receber o La Coruña.

Quem brilhou: Iago Aspas fez o que quis

O atacante foi o grande nome da vitória do Celta. Foi dele a bela e consciente assistência para Sisto abrir o placar, além do chute certeiro que ampliou a vantagem pouco depois. No terceiro gol celeste, Mathieu desviou errado porque era pressionado por Aspas após cruzamento.

Quem foi mal: Defesa do Barça vacila demais

O triângulo formado por Piqué, Mathieu e Busquets praticamente não viu a bola no primeiro tempo. O volante errou passes decisivos em lances de gols do Celta, enquanto a dupla de zaga foi frequentemente iludida por Aspas. O troféu de pior do jogo, porém, ficou com Ter Stegen por entregar o quarto gol de bandeja quando o Barcelona ensaiava pressão.

Barcelona fica encaixotado na marcação celeste
REUTERS/Miguel Vidal

O Celta impressionou pela marcação adiantada e conseguiu o gol de tanto morder a saída de bola do Barcelona. O time catalão ensaiou passes rápidos nos primeiros minutos, mas foi só. Logo passou a se afobar com a bola, errou demais no próprio campo e por isso tomou três gols em 11 minutos. O segundo tempo foi um pouco melhor, mas nem de longe lembrou o Barcelona com o qual o torcedor está acostumado. Os visitantes erraram menos e encontraram em Piqué seu grande artilheiro, mas faltou tempo para buscar o empate.

Gols do Celta são frutos de pressão ofensiva
REUTERS/Miguel Vidal

Um passe arriscado de Ter Stegen e um vacilo de Busquets criaram o lance que abriu o placar. Daí em diante, a marcação do time da casa foi cada vez mais forte, enquanto o Barcelona errou passes e tomou contra-ataques seguidos. O lance do segundo gol nasce de um desarme sofrido por Luis Suárez dentro da área do Celta, passa por um lançamento longo e termina em arremate de Aspas. Segundos depois, novo erro no meio-campo rende cruzamento à área e Mathieu faz contra. Até o quarto gol é fruto da marcação alta, com Ter Stegen sendo bloqueado por Hernández

Balaídos dá calafrios ao Barça
REUTERS/Miguel Vida

Não é a primeira vez que o Barcelona passa apuros na cidade de Vigo. O Estádio de Balaídos foi palco de um 4 a 1 do Celta na temporada passada, há pouco mais de um ano. Iago Aspas também foi o nome da partida daquela vez, tendo feito dois gols, enquanto Ter Stegen também falhou em um dos lances. No Camp Nou, meses depois, o Barça fez 6 a 1.

Ficha Técnica

Celta de Vigo 4 x 3 Barcelona
Data:
02/10/2016
Local: Estádio de Balaídos, Vigo (ESP)
Hora: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Iñaki Bikandi (ESP)
Assistentes: Andoni Huerga (ESP) e Aitor Villate (ESP)
Cartões Amarelos: Hugo Mallo (Celta); Busquets, Piqué e Luis Suárez (Barcelona)
Cartão Vermelho: não houve

Gols: Sisto aos 22', Iago Aspas aos 31' e Mathieu (contra) aos 33 minutos do primeiro tempo. Piqué aos 12', Neymar aos 19', Pablo Hernández aos 22' e Piqué aos 42 minutos do segundo tempo.

Celta de Vigo: Sergio Álvarez; Roncaglia, Cabral, Sergio Gómez e Hugo Mallo; Wass (Jonny Castro), Radoja, Sisto, Pablo Hernández, Bongonda (Díaz); Iago Aspas (Guidetti). Treinador: Eduardo Berizzo

Barcelona: Ter Stegen; Sergio Roberto, Piqué, Mathieu e Alba (Paco Alcácer); Busquets (Denis Suarez), André Gomes, Arda Turan e Rafinha (Iniesta); Neymar e Luis Suárez. Treinador: Luis Enrique.

UOL Cursos Online

Todos os cursos