Goleiro do Barcelona assume responsabilidade por derrota: "Foi culpa minha"

Do UOL, em São Paulo

O goleiro do Barcelona, Ter Stegen, não minizou sua falha decisiva na derrota contra o Celta de Vigo por 4 a 3, neste domingo (2), pelo Campeonato Espanhol.

"Todo mundo viu, foi minha culpa, sinto muito, poderíamos ter ganho e foi minha culpa", afirmou o arqueiro à imprensa espanhola. 

Após primeiro tempo terrível, no qual terminou em desvantagem de 3 a 0, o Barcelona reagiu no segundo tempo. Primeiro com Piqué, de cabeça, e na sequência com Neymar, de pênalti. Quando parecia que o empate tratava-se de questão de tempo, Ter Stegen saiu jogando errado e chutou a bola na cabeça de Aspas, que só precisou sair para o abraço.

"Lutamos muito até o final. O primeiro tempo não foi perfeito e o segundo era muito melhor. Se não fosse pela falha, poderíamos ter ganho a partida. É culpa minha, sinto muito", reafirmou Ter Stegen. 

Não foi a primeira vez que Ter Stegen sofreu numa partida contra o Celta. Na temporada passada, o Barcelona foi derrotado no mesmo estádio de Balaídos por 4 a 1 com falha do jovem goleiro alemão. 

Logo após a derrota do Barcelona, a imprensa espanhola dividiu-se em relação a Ter Stegen. Os menos críticos também enxergaram erro grave do goleiro, mas não viram motivo para "crucificação" do jogador. Mas também houve quem detonou o arqueiro, escrevendo que ele "acha que joga como Garrincha". 

Autor de dois gols contra o Celta, o zagueiro Piqué saiu em defesa do companheiro. "Ter Stegen é muito bom com os pés e acrescenta muito. Muitas jogadas que iniciamos é graças a ele", opinou o catalão. 

"Todo mundo comete erros e, apesar de ser tão jovem, pela forma que é, ele não vai se afetar [com a falha]. Poderia ter arriscado menos? Sim. Mas tem vezes que ele arrisca e nos damos bem. Tem que continuar jogando assim", disse Piqué. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos