Barcelona bate Valencia com gol de Messi no último lance e assume liderança

Do UOL, em São Paulo

O Barcelona sofreu até o último minuto do jogo contra o Valencia, mas conseguiu uma vitória importante por 3 a 2, em um jogo muito emocionante. Depois do time catalão sofrer uma virada fora de casa, Suárez empatou e, por fim, Lionel Messi decretou a vitória em uma cobrança de pênalti. O resultado coloca o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol, mas com um jogo a mais do que os principais adversários, Real Madrid e Atlético de Madrid.

O primeiro tempo do jogo já foi agitado, mas o excesso de polêmicas estragou. Até mesmo o gol de Lionel Messi, aos 22min, gerou reclamações por causa de um impedimento de Suárez. Mas no 2º tempo o Valencia deixou de lado as reclamações e conseguiu a virada em dez minutos, com gols de Munir e Rodrigo. Mas nem houve muito tempo para o Valencia comemorar, pois o Barcelona empatou seis minutos depois, com Suárez. Os dois times desperdiçam grandes chances de gol até que Messi conseguiu o gol decisivo.

Agora o Barcelona tem 19 pontos e deixou Real e Atlético para trás, com 18. O time merengue enfrentará Athletic Bilbao neste domingo, às 16h45 (de Brasília). Já o Atlético atuará no mesmo dia contra o Sevilla, às 12h15. O Valencia ficou com 9 pontos e segue próximo da zona de rebaixamento.

Primeiro tempo polêmico

AFP PHOTO / JOSE JORDAN

O gol de Messi, aos 22min, foi um chute rasteiro em que a bola passou perto de Suárez, mas ele desviou da bola, que entrou no gol. Os jogadores reclamaram que o uruguaio participou da jogada e estava impedido, mas o juiz não marcou.

Dez minutos depois, quando Rodrigo avançava para dominar a bola na área, caiu na área e pediu pênalti de Umtiti. Mais uma vez o juiz não viu nada.

A torcida do Valencia também pediu expulsão de Busquets, que estava com cartão amarelo quando puxou Enzo Pérez aos 40min, mas não foi advertido novamente, o que geraria o cartão vermelho.

Último lance

Nos acréscimos, o Valencia chegou a ter um contra-ataque em que teve quatro atacantes contra três defensores, mas não conseguiu finalizar para o gol. O Barça ficou com a bola até que o trio MSN brilhou. Neymar tocou para Messi, que lançou Suárez, que foi derrubado na área por Abdennour. Messi cobrou e fez seu segundo gol no jogo, o 20º em 22 jogos contra o Valencia no Espanhol.

Jogo quente

Durante o segundo tempo, os times esqueceram as polêmicas e passaram a fazer um grande jogo de futebol. Mas o gol de Messi esquentou novamente a partida, pois a torcida do Valencia jogou uma garrafa que acertou Mascherano e Neymar. Quando o juiz apitou o final da partida, o capitão do Valencia, o argentino Enzo Pérez, partiu na direção de Suárez e Neymar, mas foi contido por colegas de time e Mascherano. Ao todo nove cartões amarelos foram distribuídos durante os 90 minutos.

Quem foi bem: Diego Alves

O goleiro brasileiro teve grande atuação contra o Barcelona. Chamou atenção principalmente por ter parado Suárez com duas brilhantes defesas aos 35min e aos 37min do primeiro tempo, quando ficou frente a rente com o uruguaio e defendeu. Logo depois do intervalo, ele fez uma difícil defesa em chute de Neymar e teve sorte, pois o rebote caiu nos pés de Rakitic, mas ele chutou na trave. Até mesmo no segundo gol do Barcelona ele brilhou, pois defendeu um bom cabeceio de Rakitic antes de Suárez pegar o rebote e marcar. Diego Alves esteve muito perto de defender até o pênalti de Messi, mas o toque dele na bola não foi suficiente para evitar o gol.

Boa atuação de Neymar

AFP PHOTO / JOSE JORDAN

Neymar não brilhou, mas jogou bem. Durante o primeiro tempo, o brasileiro chamou atenção por duas jogadas muito bonitas: primeiro, um belo passe de trivela que deixou Suárez na cara do gol; e depois uma finalização de bicicleta que passou perto do gol aos 47min. No último lance ele também teve importante participação.

Boa atuação de mais um brasileiro

Nascido no Rio de Janeiro, Rodrigo tem 25 anos e resolveu defender a seleção espanhola em outubro de 2014. Neste sábado, ele jogou bem contra o Barcelona e fez o segundo gol, após receber um lindo passe de Nani, de "cavadinha", e finalizar de primeira para a rede.

Lei do ex

Formado nas categorias de base do Barcelona, Munir El Haddadi fez o primeiro gol do Valencia e nem comemorou, em respeito ao time com o qual ainda tem contrato, pois está apenas emprestado. Ele recebeu um passe rasteiro da direita e chutou de primeira no gol.

Problema com Iniesta

Com apenas 11min de jogo, Andrés Iniesta gerou grande preocupação no Barcelona. Ele sofreu uma entrada dura de Enzo Pérez e reclamou muito de dores no joelho direito. O substituto de Iniesta no jogo foi Rakitic, que esteve perto de fazer gol duas vezes.

No final da partida, o Barcelona informou que Iniesta sofreu uma lesão parcial no ligamento lateral externo e na cápsula de articulação posterior do joelho direito. O tempo de recuperação não foi informado, mas a imprensa especula que isso deve levar cerca de três meses.

Valencia recuperado

O time de Mestalla começou a temporada mal, conquistou só três pontos em casa e até trocou de técnico. Mas Cesare Prandelli assumiu o time, venceu o primeiro jogo e agora conseguiu um jogo equilibrado contra o Barcelona. 

VALENCIA 2 x 3 BARCELONA

Local: Estádio de Mestalla
Data: 22/10/2016 (sábado)
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco
Cartões amarelos: Diego Alves (VAL),  Garay (VAL), Digne (BAR), Busquets (BAR), Neymar (BAR), Abdennour (VAL), Mario Suárez (VAL), Enzo Pérez (VAL), Messi (BAR)
Gols: Messi, aos 22min do 1º tempo; Munir, aos 7min do 2º tempo; Rodrigo, aos 10min do 2º tempo; Suarez, aos 16min do 2º tempo; Messi, aos 48min do 2º tempo

VALENCIA
Diego Alves; Montoya (Munir), Garay, Mangala, Gayá (Abdennour); Mario Suárez, Enzo Pérez, Parejo; Cancelo, Rodrigo (Santi Mina) e Nani
Técnico: Cesare Prandelli

BARCELONA
Ter Stegen; Sergi Roberto, Mascherano, Umtiti, Digne; Busquets, André Gomes (Denis Suárez), Iniesta (Rakitic); Messi, Suárez e Neymar
Técnico: Luis Enrique

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos