Barça pode ser punido por canto homofóbico contra C. Ronaldo, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/La Liga

No clássico entre Barcelona e Real Madrid, neste sábado, torcedores catalães queriam desconcentrar o rival Cristiano Ronaldo e alguns apelaram para um canto homofóbico. Agora isso pode gerar uma punição para o Barça, de acordo com o site Daily Mail.

O canto foi provocativo: "Cristiano, sai do armário". O Camp Nou estava lotado, com 98 mil pessoas, mas nem todos entoaram o grito. Ainda assim o presidente de "La Liga", Javier Tebas, estava no estádio e pode querer punir o clube, pois a entidade quer afastar qualquer tipo de preconceito dos jogos.

Não foi a primeira vez que Cristiano Ronaldo virou alvo desse tipo de provocação. Isso começou quando aconteceu uma discussão entre Koke e o português no clássico entre Real Madrid e Atlético. De acordo com uma rádio espanhola, o meia disse que Cristiano é gay e ouviu como resposta "sou gay, mas tenho muito dinheiro".

Além dessa polêmica, Cristiano ainda tem que lidar com acusações de estar envolvido em um caso de fraude fiscal. Neste domingo, os agentes do português apresentaram um certificado emitido pela Agência Tributária como defesa.

Pelo menos no Campeonato Espanhol a vida de Cristiano Ronaldo e companhia está tranquila: após o empate no clássico por 1 a 1, o Real Madrid é líder com seis pontos de vantagem para o segundo colocado, Barcelona.

UOL Cursos Online

Todos os cursos