Ídolo histórico critica Valencia e perde cargo de embaixador do clube

Do UOL, em São Paulo

  • Clive Mason/Getty Images

    Mario Kempes em um evento da Fifa; argentino perdeu posto no Valencia por críticas

    Mario Kempes em um evento da Fifa; argentino perdeu posto no Valencia por críticas

Grande craque da Argentina que ganhou a Copa do Mundo pela primeira vez em 1978, Mario Kempes é um dos maiores jogadores da história do Valencia, da Espanha, mas a relação dele com o time não anda bem. Neste fim de semana, o ex-atacante perdeu a paciência com a má fase da equipe, fez duras críticas e acabou perdendo o cargo de embaixador do clube.

"Hoje, oficialmente, me comunicaram que não sou mais embaixador do Valencia", disse Kempes em seu Twitter.

Tradicionalmente um clube de ponta na Espanha, o Valencia hoje ocupa a modesta 15ª colocação, sofre com o fantasma do rebaixamento e não dá sinais de melhora em campo. "Senhores, lamentavelmente estamos na presença de uma equipe que está perdida. Não há jogo, não há direção e se vê pouca vontade", disse Kempes no último sábado, após o time levar 4 a 0 do Eibar.

Segundo o diário AS, o Valencia confirmou que Kempes não é mais embaixador, mas negou que o distrato seja por conta das críticas. A diretoria alega que a vigência do contrato com o argentino acabou em dezembro e que, como ele vive nos Estados Unidos, não estava sendo "eficaz" mantê-lo na função.

"Kempes é e seguirá sendo um dos grandes e apreciamos seu mandato como embaixador do clube. Se no futuro ele voltar a Valência, o clube considerará voltar a estabelecer essa relação comercial", disse o Valencia, em resposta ao jornal, sem explicar por que Kempes só foi informado do desligamento agora. 

"Meus sentimentos para esse clube não mudarão e vou seguir dando minhas opiniões sobre o que, dentro do meu ponto de vista, é correto", completou Kempes em seu Twitter.
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos