Em prévia da final, Barcelona goleia Alavés e Neymar supera Ronaldinho

Do UOL, em São Paulo

Em uma prévia da final da Copa do Rei da Espanha, o Barcelona goleou o Alavés por 6 a 0 fora de casa, com direito a recorde de Neymar. O brasileiro superou Ronaldinho na lista de artilheiros do clube catalão.

A partida, realizada neste sábado (11), foi válida pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol. Os gols foram marcados por Suárez (duas vezes), Neymar, Messi, Alexis (contra) e Rakitic.

As duas equipes se enfrentam na final da Copa do Rei em 27 de maio.

Na próxima rodada, a agremiação azul-grená enfrenta o Leganés no domingo, 19 de fevereiro, às 16h45 (de Brasília), no Camp Nou. O Alavés visita o La Coruña no sábado, 18, às 15h30 (de Brasília).

Quem foi bem: Stegen salva Barcelona

O goleiro do Barcelona, ao contrário do arqueiro do Alavés, teve uma tarde boa. Quando o jogo ainda estava 0 a 0, Stegen fez uma defesa milagrosa e evitou que os donos da casa abrissem o placar.

Quem foi mal: Goleiro vacila e entrega vitória ao Barça

O Barcelona estava com dificuldades para furar o bloqueio dos anfitriões, mas assim que abriu o marcador com Suárez, o goleiro Pacheco vacilou no lance seguinte e deixou os visitantes ampliarem com Neymar. O arqueiro do Alavés também falhou no gol de Messi.

Jogo começa morno

Os donos da casa, sob comando do técnico Mauricio Pellegrino, iniciaram a partida buscando fechar os espaços e valorizando a posse de bola. Enquanto isso, o Barcelona encontrou dificuldades de furar a defesa adversária.

Barcelona cresce e abre o placar

AP Photo/Alvaro Barrientos

Aos poucos, os visitantes conseguiram encontrar espaços e chegaram com perigo ao gol. Aos 36 minutos do primeiro tempo, Messi rolou para Neymar. O brasileiro tocou para Rakitic, que mandou para Vida, livre pela direita, mandar um cruzamento categórico para Luis Suárez balançar as redes.

Goleiro vacila e Neymar não perdoa

AP Photo/Alvaro Barrientos

Aos 39 da etapa inicial, Messi tentou tocar para Suárez e o goleiro Pacheco tocou errado na bola. Neymar estava livre e por perto, pronto para marcar o segundo gol do Barcelona e dar tranquilidade antes da ida aos vestiários.

Virou passeio!

E a partir dos 14 minutos da etapa complementar da partida, o Barcelona engatou a quinta marcha e não parou mais de balançar as redes. Messi foi o primeiro a marcar no segundo tempo, Alexis fez contra aos 17 minutos. Logo em seguida, Kakitic deixou o seu aos 19 e Suárez fechou a conta com o sexto, aos 21.

Dia histórico para Neymar

O atacante Neymar atingiu uma marca histórica neste fim de semana. Ele deixou para trás Ronaldinho na lista de artilheiros do Barcelona ao marcar o 95º gol. Ele estava empatado com Ronaldinho com 94 gols até este sábado. O jogador precisou de 207 partidas para chegar à marca.

Lesão grave

O lateral Aleix Vidal sofreu uma fratura impressionante no fim da partida deste sábado entre Barcelona e Alavés. O jogador recebeu um carrinho de um adversário junto à lateral do campo e teve o tornozelo direito quebrado. Com aplausos, Vidal foi retirado de campo, auxiliado pelos médicos do Barcelona. Ainda não há informações sobre a gravidade da lesão. 

Suárez se iguala ao técnico

Com dois gols na tarde deste sábado, Luiz Suáres chegou aos 109 e se igualou com o técnico Luis Enrique na história da artilharia do Barcelona

Ficha técnica
Alavés 0 x 6 Barcelona

Data: 11 de fevereiro, sábado
Horário: 13h15 (de Brasília)
Local: Mendizorroza
Árbitro: Carlos Clos Gómez
Cartões amarelos: Rakitic, Busquets e Umtiti (Barcelona); Laguardia (Alavés)
Gols: Barcelona – Luis Suárez, aos 36 minutos doa primeiro tempo e aos 21 do segundo tempo; Neymar, aos 40 do primeiro tempo; Messi, aos 14 do segundo tempo, Alexis (contra), aos 17 do segundo tempo, Rakitic, aos 19 do segundo tempo.

Alavés: Fernando Pacheco; Vigaray, Alexis, Laguardia e Theo Hernández (Raul Garcia); Marcos Llorente, Daniel Torres e Krsticic (Femenía); Katai (Oscar Romero), Christian Santos e Sobrino.
Técnico: Mauricio Pellegrino

Barcelona: Ter Stegen; Aleix Vidal, Umtiti (Jordi Alba), Mathieu e Digne; Busquets (Iniesta), Rakitic e André Gomes (Sergi Ramos); Messi, Luis Suárez e Neymar.
Técnico: Luis Enrique

UOL Cursos Online

Todos os cursos