Bale marca em retorno, e Real vence com recorde e drible mágico de CR7

Do UOL, em São Paulo

O Real Madrid derrotou o Espanyol neste sábado (18), por 2 a 0, pela 23ª rodada do Campeonato Espanhol, no estádio Santiago Bernabéu, e bateu um recorde. Este foi o 42º jogo consecutivo em que o time marcou pelo menos um gol. A última vez que a equipe não balançou as redes foi em 26 de abril de 2016, quando empatou por 0 a 0 com o Manchester City, na Inglaterra, pela semifinal da Liga dos Campeões.

A marca anterior, de 41 partidas consecutivas com gols, pertencia a diferentes times montados pelo clube: entre 1951 e 1953, quando Ipiña era o técnico, 1987 e 1989, com Leo Beenhakker, e 2011 e 2012, com José Mourinho.

Javier Barbancho/Reuters
Bale comemora gol para o Real Madrid contra o Espanyol
Além do recorde, os torcedores do Real comemoraram ainda o retorno de Gareth Bale aos gramados. O galês, que ficou quase três meses fora por causa de uma contusão, entrou no segundo tempo e deixou a sua marca.

Cristiano Ronaldo, por sua vez, não balançou as redes. Mas deu um drible que arrancou muitos aplausos da torcida.

Com o triunfo deste sábado, o Real Madrid se mantém firme na liderança do Campeonato Espanhol. Tem 52 pontos, três a mais em relação ao segundo colocado, o Sevilla. Vale lembrar, porém, que o time comandado pelo técnico Zinedine Zidane tem dois jogos atrasados. Já o Espanyol possui 32 pontos e ocupa a parte intermediária da tabela.

Na próxima rodada da competição, o Real visita o Villarreal, no domingo (26), enquanto o Espanyol recebe o Osasuna, no mesmo dia.

Brasileiros poupados

Zidane resolveu deixar o lateral Marcelo e o volante Casemiro no banco de reservas devido à sequência de jogos da equipe. Ambos entraram na segunda etapa. Sergio Ramos, Modric e Benzema nem foram relacionados. Cristiano Ronaldo, contudo, entrou em campo como titular. Ele jogou no ataque ao lado de Vázquez e Morata.

Pressão e elástico

O Espanyol, encurralado em seu campo de defesa, não conseguiu criar uma boa jogada no primeiro tempo. O Real tomou conta da partida. A equipe, porém, encontrou dificuldades para abrir o placar. Cristiano Ronaldo era o mais perigoso. Aos 29 minutos, por exemplo, pela direita, ele chutou cruzado e Morata só não desviou para as redes por causa de um desvio no último momento feito por um jogador do rival.

O gol era só uma questão de tempo. Antes disso, o português deu um show particular. Em uma jogada pela esquerda, ele deu um elástico e passou a bola no meio das pernas de David López. Em poucos minutos, o drible já tomava conta das redes sociais na internet.

O primeiro gol

De tanto insistir, o Real Madrid conseguiu abrir o placar aos 33 minutos da primeira etapa. Isco cruzou da direita e Morata cabeceou para as redes. Três minutos antes, Cristiano Ronaldo havia marcado, mas o árbitro anulou ao assinalar um impedimento num lance muito difícil.

O retorno de Bale

No segundo tempo, Casemiro entrou na partida na vaga de Kovacic, enquanto Marcelo substituiu Nacho. Mas a mudança mais aplaudida pela torcida do Real aconteceu aos 25 minutos. Zidane tirou Morata e colocou Bale, que estava parado por causa de uma lesão no tornozelo.

Boa forma

E Bale mostrou que está totalmente recuperado da contusão. Aos 38 minutos, em um contra-ataque rápido, o galês arrancou sem a bola pela esquerda, recebeu um passe de Isco e chutou colocado na saída do goleiro para sacramentar o triunfo da equipe da casa.

UOL Cursos Online

Todos os cursos