Zidane diz que é injusto com meia que garantiu vitória sobre o Gijón

Do UOL, em São Paulo

  • Miguel Riopa/AFP Photo

    Isco comemora o gol da vitória do Real Madrid sobre o Sporting Gijón

    Isco comemora o gol da vitória do Real Madrid sobre o Sporting Gijón

O técnico do Real Madrid, o francês Zinedine Zidane, disse neste sábado (15) que é injusto com o meia Isco, que garantiu a vitória do seu time sobre o Sporting Gijón, por 3 a 2, fora de casa, pela 32ª rodada do Campeonato Espanhol.

Isco marcou dois gols. No primeiro, acertou um belo chute no ângulo do goleiro Cuéllar. No segundo, bateu da entrada da área, aos 44 minutos do segundo tempo, para matar o jogo.

"Eu me sinto injusto com todos os que não jogam, assim como com Isco. Tenho 24 jogadores que podem jogar em qualquer time. É a dificuldade deste cargo. O mais difícil é colocar jogadores muito bons apenas às vezes. Isso não vai mudar, pois tenho que tomar decisões", disse Zinedine Zidane.

De olho na partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Bayern de Munique, na terça-feira (18), o técnico resolveu poupar os seus principais jogadores. Dos que são considerados titulares, apenas Sergio Ramos começou o duelo contra o Gijón. Marcelo e Casemiro entraram no segundo tempo. Cristiano Ronaldo e Benzema nem foram convocados.

Isco foi o jogador que mais se destacou no confronto deste sábado. Além dos dois gols, ele fez outras boas jogadas e poderia até mesmo ter marcado mais um. O treinador rasgou elogios ao meia e nem pensa em perdê-lo na próxima janela de transferências na Europa.

"O Madrid é o seu lugar, como eu sempre disse, e mostrou, com sua atuação, que é um grandíssimo jogador. Os seus gols nos deram o triunfo. Eu fico feliz por ele, pois tem personalidade para fazer o que fez hoje", afirmou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos