Missão de Messi une Barcelona no superclássico contra o Real Madrid

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • AP Photo/Manu Fernandez

Em Barcelona, não há tempo para lamentar. O time eliminado na Liga dos Campeões no meio de semana tem pela frente o importante duelo contra do Real Madrid, às 15h30 (horário de Brasília), no Santiago Bernabéu. Entre as obrigações traçadas pelo elenco para o restante da temporada estão a vitória no superclássico, o título da Copa do Rei - disputará a final em maio contra o Alavés - e a missão de consolidar Messi como o maior artilheiro da Europa.

É o prêmio Chuteira de Ouro dado ao maior goleador da grandes ligas europeias que virou o foco de Messi. De agora em diante, não há mais "doações" de pênaltis a Neymar, que não joga neste domingo, ou Luis Suárez.

O argentino é o artilheiro do Campeonato Espanhol, com 29 gols, e assim, lidera a disputa ao Chuteira de Ouro. Bem próximo estão o artilheiro do Campeonato Português, o atacante holandês do Sporting de Lisboa, Bas Dost, com 28 gols, e o do Campeonato Alemão, Aubameyang, do Borussia Dortmund, com 27.

Messi busca a premiação pela quarta vez na carreira. Ele venceu nas temporadas 2009/2010, com 34 gols, 2011/2012, com o recorde de 50 gols e 2012/2013, com 46.

O vencedor da temporada passada foi Luis Suárez, com 40 gols marcados. Na reta final, o uruguaio cobrou os últimos cinco pênaltis do Barcelona. Agora, é a missao de Messi que une o elenco.

A ideia dos jogadores é ajudar o argentino a ganhar força ao prêmio Bola de Ouro sem a conquista da Liga dos Campeões. Para isso, também é fundamental vencer o Real Madrid fora de casa e aumentar a possibilidade de conquistar o Campeonato Espanhol.

O Barcelona está há três pontos do Real Madrid faltando apenas seis rodadas para o fim. O problema é que o arquirrival ainda tem um jogo a menos - a partida contra o Celta de Vigo fora de casa -.

O jejum contra o Real Madrid

Apesar de ser o maior artilheiro da história do superclássico, com 21 gols, Messi está há três anos sem marcar diante do Real Madrid. A última vez que isso aconteceu foi em grande estilo: três gols na vitória por 4 a 3 do Barcelona pelo Campeonato Espanhol, em abril de 2014, em pleno Santiago Bernabéu.

Após isso foram cinco jogos seguidos em branco do argentino. No período, o Barcelona teve duas vitórias, um empate e duas derrotas. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos