Simeone relembra Calderón com carinho e quer time à altura do novo estádio

Do UOL, em São Paulo

  • Denis Doyle/Getty Images

Já sem condições matemáticas de conquistar o título espanhol, Diego Simeone se despede com carinho do Vicente Calderón. O estádio será deixado pelo Atlético de Madri na mudança para o Wanda Metropolitano, nome definido em um acordo de naming rights com uma empresa chinesa.

"Como treinador, comecei a ver o Atlético nos melhores lugares, e reconheço que ainda nos restam coisas para melhorar. Está claro para mim tanto como jogador quanto como treinador que o Calderón ficará na história da minha vida para sempre", disse o técnico em coletiva à imprensa neste sábado.

O Atlético se despedirá do estádio neste domingo, a partir das 11h45 (de Brasília), em partida contra o Athletic Bilbao. O Calderón ainda receberá a final da Copa do Rei no próximo sábado, mas sem participação do Colchonero: Barcelona e Alavés decidirão o título.

"As lembranças de futebol que tenho aqui são maravilhosas. Encontrei a aceitação de todos muito antes de começar a render alguma coisa pelo clube e pelo time. O Calderón estará maravilhoso amanhã. A mudança de estádio nos exigirá mais, vai nos obrigar a fazer sempre mais em função de sua espetacularidade. Temos que dar um passo à frente para que fiquemos à altura do tremendo estádio que vai nos receber em setembro", disse Simeone.

UOL Cursos Online

Todos os cursos