Real não sai do zero com o Bilbao e desperdiça chance de pressionar Barça

Do UOL, em São Paulo

Muitas chances, nenhum gol. Foi assim o duelo entre Real Madrid e Athletic Bilbao, neste sábado (2), no San Mamés, pela 14ª rodada do Campeonato Espanhol. Em uma partida muito movimentada, as duas equipes ficaram no empate por 0 a 0 que não é bom para ninguém.

Com a igualdade, o time comandado por Zinedize Zidane chega aos 28 pontos, mas ocupa apenas a quarta colocação após o Atlético de Madri vencer na rodada e chegar aos 30, no terceiro lugar. Além disso, os merengues perderam a chance de diminuírem a diferença para o líder Barcelona, que empatou com o Celta também neste sábado. Os dois maiores times da Espanha estão separados por oito pontos na tabela. Já a equipe do País Basco vive má fase e é a 15ª com 14 pontos.

Os dois times voltam a jogar durante a semana. Na quarta-feira, o Real recebe o Borussia Dortmund, no Santiago Bernabéu, pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Um dia depois, na quinta, o Athletic visita o Zorya Luhansk, da Ucrânia, pela Liga Europa. No Espanhol, os merengues jogam em casa contra o Sevilla, no sábado, enquanto a equipe de Bilbao duela contra o Levante, fora de casa, no domingo.

Primeiro tempo lá e cá

VINCENT WEST/REUTERS
Karim Benzema acertou a trave no primeiro tempo

Foram pelo menos oito chances criadas dos dois lados na primeira etapa, mas nenhum gol. A principal oportunidade do Real foi justamente a primeira, aos sete minutos, quando Benzema chutou de esquerda e acertou a trave. Nos acréscimos, os merengues fizeram jogada ensaiada, e a bola chegou para Varane cabecear dentro da pequena área, mas a zaga conseguiu afastar o perigo embaixo do gol. Já os donos da casa quase abriram o placar aos 27, com chute cruzado de Iñaki Williams defendido por Keylor Navas, e pouco depois com Aduriz, que se esticou todo, mas não acertou a bola em cheio após passe de cabeça dentro da área.

Arbitragem revolta os dois times

AP Photo/Alvaro Barrientos
Árbitro Antonio Mateu Lahoz revoltou os dois times

Logo no começo do segundo tempo, os donos da casa reclamaram de pênalti. Aos dois minutos, Sergio Ramos se enroscou com Raúl García, e o meia caiu dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. Depois, foi a vez dos visitantes se revoltarem com o juiz Antonio Mateu Lahoz. Aos 11 minutos, Modric sofreu falta no meio campo, mas a bola sobrou à frente para Cristiano Ronaldo, que ainda tinha Benzema ao seu lado contra apenas um marcador. Porém, ao invés de dar a vantagem, o árbitro marcou a falta e irritou os jogadores merengues. Nos acréscimos, veio mais um pedido de pênalti para o Athletic, novamente em Raúl García, que foi empurrado por Marcelo, mas de novo Lahoz não apitou nada.

De novo na trave

AFP PHOTO / Ander GILLENEA
Cristiano Ronaldo lamenta após acertar a trave contra o Bilbao

Assim como no primeiro tempo, o Real voltou a acertar a trave na etapa final. Aos 26 minutos, Ronaldo recebeu passe alto, dominou de peito e bateu de primeira com a canhota. A jogada foi plástica, mas a bola resvalou na trave e saiu.

Sergio Ramos é expulso

O zagueiro espanhol retornou neste sábado após fraturar o nariz contra o Atlético de Madri, mas já voltará a desfalcar o Real. Isso porque Sergio Ramos recebeu o amarelo no primeiro tempo após deixar o braço em uma dividida e depois repetiu a dose na etapa final. Resultado: segundo cartão amarelo e vermelho aos 40 minutos do segundo tempo. Ele tem 19 expulsões no Campeonato Espanhol e é o jogador com o maior número de vermelhos na história da competição.

Bale fora de novo

Na última quarta-feira, Bale retornou aos campos após sofrer uma lesão fibrilar na perna esquerda em setembro. O galês decidiu a partida contra o Fuenlabrada (apesar dos dois gols de Mayoral), pela Copa do Rei, mas sentiu dores na panturrilha esquerda e não foi relacionado para o duelo contra o Athletic Bilbao.

Zidane repete escalação campeã pela 1ª vez

Alvaro Barrientos/AP
Zinedine Zidane repetiu a escalação titular da final contra a Juventus

Para o duelo contra o Athletic, Zidane repetiu pela primeira vez o time titular que conquistou o título da Liga dos Campeões na temporada passada. O Real começou com Keylor Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Isco, Casemiro, Kroos e Modric; Cristiano Ronaldo e Benzema. Desde aquela final contra a Juventus, que foi há 182 dias, em 3 de junho, o treinador francês ainda não tinha conseguido escalar a mesma formação.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos