Fla encontrará dupla que foi 'seduzida' pelo Flu e frustrou planos do clube

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

    Ao lado de Fred, Henrique e Diego Souza estão entre os principais nomes do Fluminense

    Ao lado de Fred, Henrique e Diego Souza estão entre os principais nomes do Fluminense

O Fla-Flu do próximo domingo (21) marca o encontro de dois jogadores com o Rubro-negro. Eles estiveram próximos da Gávea, mas terminaram seduzidos pelo Tricolor no mercado da bola. O meia Diego Souza e o zagueiro Henrique geraram discordância nos bastidores do Flamengo e fizeram com que a diretoria procurasse alternativas.

Diego Souza esteve na mira rubro-negra e consultas foram realizadas por pessoas próximas. O jogador sinalizou positivamente para voltar ao clube, mas as conversas esbarraram na parte política. A maioria da diretoria reprovou a negociação. O Fluminense entrou logo depois na jogada e acertou tudo com o meia e os seus representantes.

O problema é que Diego Souza era um reforço desejado pelo técnico Muricy Ramalho e o Rubro-negro nem sequer teve a oportunidade de retomar as conversas. Naquele momento, o rival das Laranjeiras fechou a aquisição nos seguintes termos: 600 mil euros (pouco mais de R$ 2,5 milhões) pagos ao Metalist-UCR, R$ 1,2 milhão de luvas depositados na conta do atleta, além de salários de R$ 430 mil.

O Flamengo então partiu com tudo em busca de outro meia. O argentino Frederico Mancuello foi o escolhido e o pagamento ao Independiente-ARG assim acertado: R$ 12 milhões por 90% dos direitos econômicos (50% pagos em 2016 e os 40% restantes apenas em 2018).

O caso envolvendo Henrique foi diferente. O nome agradava aos dois clubes, mas o Rubro-negro confiou nas tratativas diretas com o zagueiro. O salário seria na casa dos R$ 350 mil, com um contrato de três anos. Acordado com o defensor, o clube da Gávea negociava o pagamento ao Napoli-ITA. As exigências dos italianos irritaram os flamenguistas, que tentaram reduzir o valor pedido. Nada feito.

O Fluminense ofereceu uma proposta mais vantajosa e também se acertou com Henrique. Além disso, os tricolores toparam pagar o que o clube italiano solicitou, algo considerado inviável na Gávea. O zagueiro custou 2 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) aos cofres das Laranjeiras, além de R$ 1,5 milhão em luvas e salários de R$ 450 mil.

Sem Henrique, o Flamengo busca um defensor para formar dupla com Juan. Alguns nomes já foram procurados no mercado sul-americano. Não há pressa em preencher a lacuna, apenas a certeza de que não se pode errar na escolha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos