Decisivo, Guerrero faz gol inédito e tem 1ª vitória em clássicos pelo Fla

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

O desempenho irregular de Guerrero fez com que o peruano sofresse nos clássicos regionais com a camisa do Flamengo. Ele chegou durante o Brasileiro do ano passado e encarou o Vasco em quatro oportunidades e não balançou as redes. Isso até cruzar o caminho do Fluminense, no último domingo.

Em Brasília, o camisa 9 deixou sua marca e garantiu a vitória rubro-negra. O gol foi o primeiro de Guerrero em clássicos desde que chegou ao Rio de Janeiro e representou também a primeira vitória diante um rival da mesma cidade. Mesmo assim, o retorspecto do peruano nesse tipo de jogos segue complicado: três derrotas, um empate e um triunfo.

O técnico Muricy Ramalho não falou especificamente de Guerrero, mas se mostrou feliz com o desempenho do time, principalmente no primeiro tempo. Segundo o treinador, caso a equipe mantenha esse rendimento, não apenas o peruano, mas todos os demais atletas terão melhores números.

"É um time muito ofensivo e para isso tem que ter uma transição boa. Os volantes têm que jogar e o meia tem que fazer essa transição. A chegada à frente hoje foi muito forte, e isso me deixou feliz", disse.

O técnico comemorou a evolução apresentada pelo Flamengo do clássico contra o Vasco para o jogo contra o Fluminense no último domingo. Muricy aprovou o desempenho do 'time ideal', que dominou o Tricolor na etapa inicial em Brasília.

"Muito diferente. Hoje o time se portou muito bem. Teve a posse de bola e criou oportunidades no primeiro tempo, coisa que não fez contra o Vasco. Pouco a pouco vamos ajeitando o time. O Cuéllar foi muito bem, é um volante de força e muito bom passe. Mancuello também foi bem e sairia de qualquer jeito porque levou uma pancada forte. Tivemos posse de bola, trocamos passes e merecemos a vitória. Estamos no caminho certo, mas não podemos nos entusiasmar, porque equipe ainda está ganhando corpo", afirmou .

O Flamengo volta a campo na quarta-feira, quando visitará a Cabofriense, em Macaé, no estádio Moacyrzão. Com 10 pontos e na segunda colocação do Grupo B, o Rubro-negro deverá fazer algumas alterações na equipe principal para descansar atletas mais desgastados com a maratona de jogos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos