Nenê e R. Gomes tiveram rusgas há 9 anos. E agora se reveem no Vasco x Bota

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • AP Photo/Lionel Cironneau

    Nenê foi treinador por Ricardo Gomes no Mônaco (FRA), em 2007

    Nenê foi treinador por Ricardo Gomes no Mônaco (FRA), em 2007

O Vasco x Botafogo deste domingo, às 19h, em São Januário, pelo Campeonato Carioca, marcará o reencontro após nove anos do meia vascaíno Nenê com o técnico botafoguense Ricardo Gomes. Os dois trabalharam juntos no Mônaco (FRA), em 2007, e algumas rusgas aconteceram.

Na época, o treinador foi o responsável por indicar a contratação do jogador, mas em campo, eles acabaram não falando a mesma língua em função de questões táticas. Após desentendimentos, Nenê foi emprestado ao Espanyol (ESP) e só retornou quando Gomes já não estava mais no comando do time francês.

Mais experiente agora, o vascaíno garante que o episódio ficou para trás:

"Teve uma coisa normal que acontece. Eu não tenho nenhuma lembrança ruim sobre isso. Acontece. É um treinador que respeito muito. Agradeço, foi ele que me levou para a Seleção Olímpica, para o Mônaco... Acabou tendo essa discussão, fui para outro time, mas nada demais. Domingo eu vou falar com ele, dar um abraço nele, porque é um cara que respeito muito e é um grande treinador".

Ex-companheiro de Seleção Brasileira de Ricardo Gomes, o técnico cruzmaltino Jorginho foi outro que fez questão de elogiar o botafoguense, lembrando também da história que o treinador construiu em São Januário, sendo campeão da Copa do Brasil de 2011.

"É alguém que é muito respeitado aqui dentro, muito querido, fez uma grande história em 2011. É muito bom vê-lo com saúde, de volta ao futebol. Ele acrescentou muito aqui no Vasco e agora no Botafogo. Com certeza é um treinador que está fazendo a diferença. Está trabalhando com garotos jovens, formando uma equipe e dando resposta com sua inteligência. É uma honra enfrentar um companheiro com esse, sempre muito leal, efetivo e líder por onde passou", elogiou.

Jorginho também lembrou do episódio em que Ricardo Gomes foi cortado às vésperas da Copa do Mundo de 1994 por conta de uma lesão, recordando uma conversa que poucos tiveram conhecimento.

"Por pouco ele não foi campeão junto com a gente. Lembro que ao falar com ele, ele lembrou que quando estávamos estreando contra a Rússia, ele já estava batendo uma pelada com os amigos. Uma pena", disse.

Líderes de seus respectivos grupos, Vasco e Botafogo se enfrentam já classificados para a segunda fase do Campeonato Carioca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos