Bota e Vasco duelam classificados. E eles gastaram bem menos que Fla e Flu

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Vitor Silva / Botafogo.com.br

    Vasco e Botafogo se reencontram após final do Campeonato Carioca de 2015

    Vasco e Botafogo se reencontram após final do Campeonato Carioca de 2015

Invictos no Campeonato Carioca, Botafogo e Vasco realizam o clássico deste domingo, às 19h, em São Januário, classificados antecipadamente para a Taça Guanabara (fase em que oito times avançam para dois quadrangulares de onde sairão os semifinalistas do primeiro turno). O curioso é que a dupla fez um investimento infinitamente menor que Flamengo e Fluminense, rivais que ainda não garantiram vaga na segunda fase.

O Rubro-Negro, por exemplo, foi o recordista de gastos do Brasil neste início de temporada. Somando-se todas as contratações, o clube da Gávea chega à casa dos R$ 28 milhões. A equipe, porém, está bem pontuada no Grupo B e pode garantir a classificação já neste domingo.

Abaixo dele no "ranking dos gastões" vem justamente o Tricolor, com R$ 21,1 milhões. O time das Laranjeiras, todavia, está em situação apertada na tabela do Grupo A e decidirá a vaga na última rodada, diante do América. A crise já atingiu de tal modo que derrubou o técnico Eduardo Baptista e o vice de futebol Mário Bittencourt.

O Vasco, com a política de pés no chão, adotou a estratégia de manter a base do elenco que deu a arrancada que quase culminou com a fuga do rebaixamento no Brasileiro do ano passado. De reforços, trouxe somente o lateral direito Yago Pikachu e o volante Marcelo Mattos, ambos que estavam livres para assinar e que não tiveram praticamente custo algum (o Cruzmaltino pagou luvas para Pikachu, mas o valor não foi revelado).

Já o Botafogo, embora tenha feito uma grande reformulação em comparação ao grupo campeão da Série B do ano passado, também optou por contratar jogadores sem vínculos contratuais com outros clubes, o que não gerou gastos para seus combalidos cofres.

A economia no bolso, até o momento, tem dado resultados práticos em campo por conta da invencibilidade da dupla alvinegra, que além de tudo venceu os clássicos que teve pela frente diante dos elencos milionários de Fla e Flu (O Vasco venceu o Rubro-Negro por 2 a 1 e o Botafogo venceu o Tricolor por 2 a 0).

Técnico do Vasco, Jorginho, porém, prefere ainda não se empolgar com a campanha de sua equipe até aqui.

"Eu só acho que não está nada definido. É apenas um momento e que tivemos um início melhor. Flamengo e Fluminense têm um excelente plantel. Tiveram resultados ruins, mas continuam sendo fortes. Tivemos a felicidade de ter mantido um grupo do ano passado. Do time titular só o Serginho saiu. Isso aí contribuiu muito para nossa reação, mas não tem nada decidido. Está muito cedo. Essa primeira fase é para passar os oito para a fase seguinte. A coisa vai acontecer na próxima fase", destacou.

Treinador botafoguense, Ricardo Gomes foi outro que se manteve cauteloso:

"Tranquilo nem treinador e nem torcedor. Isso no futebol não dá. Temos que trabalhar bastante, reforçar o time, e acreditar que vamos fazer o melhor pelo Botafogo. A campanha do Carioca é boa, só isso. Estamos montando o elenco para, no Brasileiro, brigar na primeira parte da tabela. A história do Botafogo não permite você brigar para não cair".

VASCO X BOTAFOGO
Local:
São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Daniel do Espírito Santo

Vasco
Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos
Técnico: Jorginho

Botafogo
Jefferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson e Diogo; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Gegê; Luis Henrique e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos