Com dois de Thalles, Vasco volta a ganhar e avança como líder do Grupo A

Do UOL, em São Paulo

Depois de empatar nas duas últimas rodadas, o Vasco voltou a vencer no Campeonato Carioca neste sábado. Jogando em Duque de Caxias, o time comandado por Jorginho ganhou do Bonsucesso pelo placar de 3 a 1 e garantiu a liderança do Grupo A da competição.

A grande estrela do jogo foi Thalles. O atacante fez dois gols e ainda participou do outro, marcado por Nenê. Pelo Bonsucesso, quem balançou as redes foi Matheus Pimenta. 

Apesar do que o resultado e do que as situações das duas equipes no campeonato podem sugerir, o Vasco não encontrou tanta facilidade assim diante do lanterna do Grupo B. O Bonsucesso conseguiu encontrar espaços para atacar. Chegou a acertar a trave enquanto o jogo estava 1 a 0 e viu uma outra boa chance parar no travessão mais tarde, já com o placar de 2 a 0.

Com a vitória, o Vasco encerra a primeira fase com 20 pontos, na liderança do Grupo A Já o Bonsucesso permanece em último do Grupo B com pontuação negativa: -2. Isso porque o time foi punido, junto com o Tigres, com a perda de três pontos pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro pela escalação irregular de jogadores. 

Os dois times agora seguirão caminhos opostos no campeonato. Enquanto o Vasco avança para a segunda fase, o Bonsucesso lutará contra o rebaixamento ao lado das demais equipes que não se classificarem.

FICHA TÉCNICA
BONSUCESSO 1 X 3 VASCO 

Local: Estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ)
Data: 5 de março de 2016 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Diego da Silva Lourenço
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Wallace Barros Santos (RJ)
Público: 2.461 (1.191 pagantes)
Renda: R$: 28.160,00
Cartão amarelo: Rossales (Bonsucesso)
Gols: Thalles (Vasco), aos 3 do 1º tempo; Nenê (Vasco), aos 31 do 1º tempo; Matheus Pimenta (Bonsucesso), a 1 do 2º tempo; Thalles (Vasco), aos 35 do 2º tempo

BONSUCESSO: Léo; Rossales, Gustavo Rambo, Anderson e Thiaguinho; Dieguinho (Julio Cesar), Julinho, Marco Junior, Matheus Salgado (Geovani) e Breno (Renan); Matheus Pimenta.
Técnico: Mário Marques

VASCO: Martín Silva; Madson, Jomar, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Éder Luis (Yago Pikachu) e Nenê (Evander); Jorge Henrique (Caio Monteiro) e Thalles.
Técnico: Jorginho

Fases do Jogo

  • Primeiro tempoO Vasco abriu o placar logo aos três minutos. Julio Cesar cruzou da esquerda, Thalles dominou na área, girou em cima do zagueiro e bateu para o gol. Parecia que o time de Jorginho cresceria ainda mais a partir daí. Até foram construídas algumas boas jogadas depois disso, sugerindo que o segundo gol seria apenas uma questão de tempo e que a vitória seria confirmada sem grandes problemas. Mas não foi exatamente isso o que aconteceu. O Bonsucesso tratou de trocar passes quando teve a bola nos pés, encontrou buracos no sistema defensivo vascaíno e ameaçou Martin Silva algumas vezes. Chegou atá a acertar a trave, depois de um chute de Matheus Pimenta da entrada da área. Mas foi justamente no momento em que encontrava mais dificuldade no jogo que o Vasco chegou ao segundo gol: Nenê recebeu de Thalles, entrou na área e tocou por cobertura na saída do goleiro. O Bonsucesso voltou a levar perigo com um chute de Breno, mas o travessão salvou Martin Silva.
  • Segundo tempoO segundo tempo começou bastante movimentado. Logo no primeiro minuto, Matheus Pimenta se aproveitou de boa jogada de Matheus Salgado, apareceu nas costas da defesa vascaína e diminuiu para o Bonsucesso. O Vasco tentou responder aos quatro minutos, quando Jorge Henrique dominou a bola dentro da grande área com bastante espaço, mas viu o goleiro Léo fazer boa defesa. O ritmo esfriou aos poucos. Ambos os times apresentaram dificuldades para transformar as trocas de passes em oportunidades de perigo. Isso até os 35 minutos, quando Yago Pikachu entrou na área pela esquerda e bateu cruzado. O goleiro defendeu, mas Thalles aproveitou o rebote e fez o terceiro do Vasco, matando o jogo.

Destaques

  • InvencívelO Vasco segue sem saber o que é derrota em 2016. A última vez que isso ocorreu foi no dia 1º de novembro, quando perdeu por 1 a 0 para o Fluminense pelo Brasileiro. Desde então, foram 13 partidas (já contando com o resultado deste sábado), sendo nove vitórias e quatro empates.
  • Ataque eficienteOs gols marcados diante do Bonsucesso ampliam a boa fase do sistema ofensivo do Vasco, que balançou as redes em todos os jogos desta temporada. Foram 18 gols em oito partidas até agora. A última vez que a equipe passou em branco foi no empate de 0 a 0 com o Coritiba pela última rodada do Brasileiro de 2015.
  • Marca centenáriaA partida contra o Bonsucesso foi a 100ª de Martin Silva pelo Vasco. O uruguaio assinou com o clube em dezembro de 2013, depois de passagem pelo Olímpia, do Paraguai, e foi campeão carioca com a equipe em 2015.

Melhores

  • Thalles, VascoEntrou no time no lugar de Riascos e respondeu com uma atuação decisiva. Fez dois gols, participou de outro e ameaçou a defesa do Bonsucesso em outras oportunidades.

Piores

  • Julio dos Santos, VascoAté ajudou quando o Vasco teve a bola nos pés, mas falhou na cobertura na hora de marcar e ajudou o Bonsucesso a encontrar espaços para atacar.

UOL Cursos Online

Todos os cursos