Botafogo vence Boavista com gol no fim e termina primeira fase invicto

Do UOL, em São Paulo

  • Vítor Silva/SSPress/Botafogo

    Jogadores do Botafogo comemoram gol sobre o Boavista pelo Campeonato Carioca

    Jogadores do Botafogo comemoram gol sobre o Boavista pelo Campeonato Carioca

Apesar de jogar com um time misto e não conseguir mostrar um bom futebol, o Botafogo venceu o Boavista, neste domingo, pelo Campeonato Carioca. O gol decisivo saiu nos acréscimos e determinou a vitória por 1 a 0, no Estádio São Januário. Com isso, o Botafogo terminou a primeira fase com 22 pontos e na liderança do Grupo B. Já o Boavista tem 15 e está garantido no 2º lugar do Grupo A.

Estranhamente, o Boavista se preocupou apenas com a defesa e praticamente abdicou de jogar no 1º tempo, mas o Botafogo não soube se aproveitar disso. Com uma saída de bola lenta e muitos erros no último passe, o time alvinegro criou poucas chances de gol e foi para o intervalo com 0 a 0 no placar.

Aos 8min do segundo tempo, o Botafogo já teve um pênalti para bater, mas desperdiçou. Pablo Salgueiro foi para a cobrança, bem defendida por Vinícius. Depois disso, o Boavista cresceu na partida e finalmente passou a atacar. Criou chances de gol, mas também desperdiçou. O gol decisivo só saiu aos 45min do 2º tempo, depois que Fernandes pegou o rebote de um chute de Diego e balançou a rede.

FICHA TÉCNICA

BOAVISTA 0 x 1 BOTAFOGO
Data: 06/03/2016
Horário: 16h (horário de Brasília)
Competição: Campeonato Carioca
Local: Estádio São Januário (RJ)
Árbitro: Lenilton Rodrigues Gomes Junior (RJ)
Auxiliares: Ivan Silva Araújo (RJ) e Márcio Moreira de Queiróz (RJ)
Cartões amarelos: Leandrão (BOA) e Renan Fonseca (BOT)
Gol: Fernandes (BOT), aos 45min do 2º tempo

BOAVISTA
Vinícius; Léo Cunha, Victor, Anderson Luiz (Cristiano) e Leandro Rocha (Caio); Maranhão, Thiago Silva, Luan (Paulo Ricardo), Romarinho, Matheus e Leandrão. Técnico: Rodrigo Beckham

 
BOTAFOGO
Jéfferson, Diego, Emerson Silva, Renan Fonseca e Jean; Diérson, Fernandes, Gervasio Núñez (Leandrinho) e Juan Salgueiro (Lizio); Neilton (Luis Henrique) e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes

Primeiro tempo

  • O Boavista foi para o jogo com uma postura simples, recuado e fechado na marcação em seu campo de defesa. Então a posse de bola ficou com o Botafogo, que poderia ter aproveitado bem melhor os primeiros 45 minutos. O time até criou esporádicas chances de gol, mas Fernandes e Ribamar não aproveitaram. Na maior parte do tempo o Botafogo tocou a bola sem objetividade ou errou o último passe antes de criar o gol.

Segundo tempo

  • O segundo tempo começou com uma grande decepção para os botafoguenses. Primeiro Ribamar sofreu pênalti claro na área e animou a torcida. Estreando como titular, Pablo Salgueiro teve a chance de cobrar o pênalti, mas o goleiro Vinícius defendeu o chute. Isso afetou o Botafogo, que voltou a jogar mal e ainda viu o Boavista tentar atacar com mais força. Além de um chute perigoso de Caio, o time de Saquarema ainda passou a ter mais controle de bola e fazer os adversários correrem atrás. Quando o Botafogo parecia não ter forças para pressionar o adversário, Diego chutou cruzado da direita, Vinícius espalmou bem, mas o rebote caiu nos pés de Fernandes, que decidiu a partida.

Destaque

  • Jovens em campoO Botafogo começou o jogo com cinco jogadores formados nas suas categorias de base: Diego, Jean, Diérson, Fernandes e Ribamar
  • Público pequenoApesar do bom momento do Botafogo, a torcida não mostrou disposição de ir até o Estádio São Januário. O público foi de 1.374 presentes.

Melhores

  • Fernandes, BotafogoFez uma partida incansável, salvando o meio-campo na defesa e ajudando no ataque. O gol no final foi um prêmio para ele

Piores

  • Salgueiro, BotafogoErrou lances simples no ataque, inclusive uma cobrança de pênalti. Saiu substituído por Lizio no 2º tempo

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos