Colombiano do Vasco tem filho com nome do carrasco do time na Libertadores

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

    Riascos carrega seu filho Paulinho após fazer um gol pelo Vasco em São Januário

    Riascos carrega seu filho Paulinho após fazer um gol pelo Vasco em São Januário

Artilheiro do Vasco na temporada com seis gols, Riascos é natural de Buenaventura, na Colômbia, mas não há como negar que o Brasil já entrou de vez na sua vida. Fã de pagode, o irreverente atacante batizou seu filho com o nome de Paulinho, inspirado no ex-volante do Corinthians e que atualmente joga no futebol chinês.

A ideia surgiu quando ele enfrentou o atleta do Guangzhou Evergrande na Copa Libertadores de 2013. Riascos era do Tijuana (MEX) e Paulinho do clube paulista. Foram dois duelos ainda pela fase de grupos e o volante chegou a fazer um gol. A simpatia pelo futebol e o nome do brasileiro foi instantânea. Curiosamente, o ex-camisa 8 do Corinthians foi o responsável pelo gol da eliminação dos cariocas no histórico duelo de quartas de final do torneio sul-americano em 2012. 

No fim do mês passado, Paulinho, o colombiano, foi homenageado pelo pai em mais uma de suas comemorações inusitadas. Na ocasião, o atacante fez seu segundo gol no empate em 2 a 2 com o Friburguense, correu para o setor das sociais de São Januário e pegou o herdeiro no colo, o levando ao campo. A atitude causou desespero na comissão técnica, já que o jogador estava pendurado. O árbitro, porém, não o advertiu com o cartão amarelo.

Vivendo no Brasil há um ano, desde que foi contratado pelo Cruzeiro em janeiro de 2015, ele adicionou ao seu conhecido requebrado o ritmo do samba. Recentemente, por exemplo, postou em suas redes sociais a música "Perseverança", do pagodeiro Xandy de Pilares, uma espécie de "Roberto Carlos" dos boleiros brasileiros.

No Rio de Janeiro, onde está encantado, já fez os típicos programas de turista e visitou o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. De bem com a vida, ele tem o desejo de permanecer no Vasco após o fim de seu empréstimo, que se encerra em maio, algo considerado difícil entre as partes em função da multa de R$ 8 milhões estipulada pelo Cruzeiro.

"O Riascos não é jogador do Vasco. Ele pertence ao Cruzeiro, emprestado ao Vasco. Não há o porquê perguntar se vai renovar ou não", disse o presidente cruzmaltino Eurico Miranda.

Atacante ainda é dúvida contra o Bangu

Recuperando-se de um estiramento grau 1 na coxa direita, sofrido no empate em 1 a 1 com o Botafogo, Riascos tem chances pequenas de estar em campo neste domingo, contra o Bangu, pela estreia da Taça Guanabara. O colombiano já havia sido vetado na vitória por 3 a 1 sobre o Bonsucesso, no último sábado.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos