Zagueiros vivem má fase e clássico Fla-Flu surge como 'divisor de águas'

Bernardo Gentile e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Montagem/UOL

    Zagueiros Henrique, do Flu, e Wallace, do Fla, estão em baixa com os torcedores

    Zagueiros Henrique, do Flu, e Wallace, do Fla, estão em baixa com os torcedores

Dois jogadores têm no Fla-Flu de domingo (20), às 16h, no Pacaembu, a chance de dar a volta por cima. Os zagueiros Henrique e Wallace enfrentam momentos delicados na carreira e sofrem com a resistência de tricolores e rubro-negros. O ano de 2016 tem sido complicado para a dupla e a necessidade de "virar o jogo" é emergencial.

Ambos contam com o respaldo de técnicos e companheiros de elenco. A pressão para desempenhar um bom futebol pode até atrapalhar, mas eles seguem concentrados no objetivo de conquistar a confiança das respectivas torcidas.

O rubro-negro Wallace está na Gávea há três anos. Ele jamais foi unanimidade, mas passou a enfrentar considerável rejeição a partir de 2015. Recentemente, ele falou com tranquilidade sobre a relação com a torcida.

"O torcedor é passional: vaia, aplaude. É normal. Ninguém gosta de ser vaiado, mas não tem ressentimento ou mágoa. O torcedor tem todo o direito de se manifestar. Entendo o posicionamento da torcida e da imprensa. É preciso ter maturidade para isso", afirmou.

Já Henrique chegou ao Fluminense no início do ano. Ele foi contratado justamente após o Tricolor bater a concorrência do Flamengo e pagar mais de R$ 8 milhões ao Napoli-ITA. Com salários de R$ 450 mil, o defensor desembarcou com status de titular, mas até agora decepcionou.

O jogador acumula falhas nas Laranjeiras. Mesmo assim, segue no time principal, enquanto o bicampeão brasileiro Gum parou no banco de reservas. Marlon e Renato Chaves se revezam ao lado de Henrique, que foi convocado para a última Copa do Mundo.

O baixo nível das atuações começa a criar um clima de questionamento por parte da torcida, que já não conta com a mesma esperança. Ainda é cedo para dizer se Henrique perderá a vaga de titular, mas o gol marcado por Gum no último clássico contra o Botafogo fez com que a pressão aumentasse ainda mais.

É hora de dar a resposta. Henrique e Wallace sabem muito bem disso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos