Provocações entre jogadores de Vasco e Botafogo apimentam o clássico

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

Os dias que antecedem ao clássico entre Vasco e Botafogo, neste domingo, às 16h, em São Januário, têm sido marcados pelas provocações de ambos os lados, fato que apimentou ainda mais a partida entre os rivais que estão invictos no Campeonato Carioca.

Adepto das alfinetadas sobre os adversários, o zagueiro Rodrigo, do Cruzmaltino, iniciou a polêmica avisando que o "bicho vai pegar" em seu duelo com o jovem atacante alvinegro Ribamar.

"Ele (Ribamar) me incomodou bastante no outro jogo, mas agora vou incomodá-lo mais. Estava com um problema no ombro naquela vez. Meu jogo é de contato, tenho que marcar o jogador no corpo, e aquele jogo com o Botafogo foi difícil para eu levar até o final. Agora, no final de semana, não vai ser fácil para ele, não. O bicho vai pegar", disse.

Lateral esquerdo do Botafogo, Diogo Barbosa não deixou por menos e saiu em defesa de seu companheiro:

"Vai pegar para os dois lados. Ribamar também estava machucado, jogando com proteção no ombro. Rodrigo gosta de falar antes dos clássicos, a gente prefere falar menos e fazer dentro de campo. Tudo se resolve lá dentro".

Com experiência em comandar as duas equipes, o técnico alvinegro Ricardo Gomes não viu problema nas provocações e até aprovou o que chamou de "propaganda" para o clássico.

"Não estou nem um pouco preocupado. Vai ser difícil para Ribamar ser intimidado. É um garoto de muita personalidade, força... Vai ser difícil intimidá-lo. Foi boa propaganda para o clássico, com boas palavras do Rodrigo, a resposta do Diogo também... Tudo sem agressividade", avaliou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos