S. Januário volta a ser "casa dos clássicos" e recebe terceiro após 11 anos

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

No passado do futebol carioca era comum ver clássicos realizados em São Januário. Esta tradição voltou com força no Estadual deste ano. Neste domingo, às 16h, pela Taça Guanabara, Vasco e Botafogo realizam o terceiro no local, fato que não ocorria desde 2005.

Para novamente ter duelos entre o Cruzmaltino e seus rivais do Rio, o clube teve que cumprir exigências do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios), do Corpo de Bombeiros e do Ministério Público. Entre as quais, a instalação de câmeras de segurança, novas catracas, obras na entrada do setor de visitantes e desativação de salas de torcidas organizadas.

As melhorias fizeram com que o Vasco renovasse o  LPCI (Laudo  de Proteção Contra Incêndios) e adquirisse o novo Certificado de Registro (CR). Com isso, conseguiu também aumentar a capacidade do público, que chegou a ser diminuída para cerca de 15 mil antes das obras e que agora recebe até pouco mais de 21 mil (contra o Flamengo foram autorizados 19 mil).

Nos dois clássicos deste ano, porém, problemas aconteceram. No duelo com o Rubro-Negro, dia 14 de fevereiro, os visitantes sofreram com a falta de serviços de bar e, revoltados, depredaram o banheiro masculino do setor. O quebra-quebra fez com que o Vasco retivesse R$ 80 mil da renda do Fla para reparos no local.

Já na partida entre Vasco e Botafogo, dia 28 de fevereiro, uma grande pancadaria entre organizadas dos dois clubes aconteceu na rua General Almério de Moura, que fica em frente a entrada do setor social.

Comandante do Gepe, o major Silvio Luiz acredita que a briga tenha sido um episódio isolado, motivado pela presença de torcedores do Palmeiras, aliados dos vascaínos e rivais dos botafoguenses. O oficial informa que o esquema de segurança será o mesmo, mas o alerta estará redobrado.

"Basicamente o planejamento será o mesmo. Foi uma situação pontual. Integrantes da Mancha Verde (organizada do Palmeiras) estavam visitando o Vasco, e o pessoal da Fúria Jovem (Botafogo), que é aliado da torcida do Corinthians, acabou se encontrando eles e houve uma desavença. Foi uma situação pontual, mas estamos atentos. O planejamento será o mesmo, mas teremos mais atenção", declarou ao UOL Esporte.

De acordo com o major, as organizadas de Vasco e Botafogo garantem que a amizade, que perdurou durante anos, segue mantida.

"Claro que, por conta daquela briga, ficamos com a preocupação de ter acabado (a amizade). Mas tivemos uma reunião com as organizadas dos dois clubes e, teoricamente, está tudo certo. Mas claro que estamos olhando com um olhar diferente em relação ao outro jogo pois percebemos que esta amizade pode não estar muito firme", disse.

Em "nome da paz", um membro de uma organizada do Botafogo foi pessoalmente, mês passado, à São Januário apagar pichações feitas por torcedores alvinegros no banheiro do setor de visitantes do estádio. O ato foi registrado em vídeo e divulgado na internet.

Em 2005, show de Romário nos clássicos

Nos três clássicos realizados em São Januário há 11 anos, quem deu show foi Romário. Nos duelos, balançou as redes nada menos do que quatro vezes. Duas contra o Fluminense, uma diante do Flamengo e outra sobre o Botafogo.

As partidas foram válidas pelo Campeonato Brasileiro daquele ano e todas foram vencidas pelo Vasco: 2 a 0 sobre o Flu, 2 a 1 contra o Fla e 1 a 0 diante do Alvinegro.

Na ocasião do jogo com o Rubro-Negro, uma grande pancadaria dentro do estádio aconteceu entre os torcedores da equipe da Gávea e a Polícia Militar. Um banheiro também foi quebrado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos