Flu encara Madureira para manter boa fase e encaminhar vaga

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O início de ano do Fluminense não foi nada fácil. Jogos ruins, pressão e até demissão de treinador. Com a chegada de Levir Culpi a situação mudou. O time melhorou o rendimento e prova a cada jogo que o "furacão" ficou no passado. Diante do Madureira, neste sábado, às 18h30, em Macaé, o Tricolor tenta a terceira vitória consecutiva, o que o deixaria com a classificação encaminhada para as semifinais do Campeonato Carioca.

A mudança no panorama é clara. Na primeira fase do Estadual, o Fluminense teve que lutar até a última rodada para se classificar para a Taça Guanabara, o que ocorreu já com Eduardo Baptista demitido e com o auxiliar técnico Marcão interinamente no comando. Nem o mais otimista dos torcedores poderia prever um quadro completamente diferente após poucas semanas de trabalho de Levir Culpi.

Apesar dos resultados serem satisfatórios, o treinador deixa clara sua insatisfação com o desempenho do Fluminense. Chega a ser repetitiva a cobrança do treinador em entrevistas coletivas. Levir vai além. Para ele, as vitórias têm ocorrido por um único motivo e isso ainda não tem a ver com seu trabalho.

"A tranquilidade é a vitória. O inferno é a derrota. Isso não vai mudar. Tenho uma filosofia, uma maneira de trabalhar: fazer o que eu penso. Se eu morrer fazendo o que eu penso, tá ok. O nosso padrão de jogo, de competitividade, ainda está muito baixo. Temos de defender e atacar bem. Estamos nos aguentado pelos resultados pois o elenco é bom. Os caras resolvem", disse o treinador do Fluminense.

Para a partida deste sábado, o Fluminense não poderá contar com Osvaldo e Gérson. O primeiro ainda sente dores de uma pancada sofrida contra o Boavista. Ele entrou em campo no jogo seguinte, contra o Bangu, mas foi sacado no intervalo pelo mesmo motivo. Agora, será preservado. O meio-campista está com uma virose, que o tirou da partida.

MADUREIRA X FLUMINENSE

Data e hora: 02/04/2016, sábado, às 18h30 (horário de Brasília)
Local: Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto e Gabriel Conti Viana

MADUREIRA
Rafael Santos; Fillipe Formiga, Daniel, Jorge Felipe e Ayrton; Willian Oliveira, Resende, Jéferson e Arthur Faria; Geovanne Maranhão e João Carlos; Técnico: Alfredo Sampaio.

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior e Fred; Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos