Botafogo vence com gol de revelação, mas avança à semifinal sem vantagem

Do UOL, em São Paulo

O Botafogo entrou em campo neste domingo para visitar o Boavista já garantido na semifinal do Campeonato Carioca, mas ainda tinha chance de avançar em segundo lugar e conquistar a vantagem do empate na próxima fase. Apesar da vitória por 1 a 0, não foi o que aconteceu.

O resultado deixou o time comandado por Ricardo Gomes com 14 pontos. A pontuação é a mesma do Fluminense, mas o rival ficou em vantagem e terminou com a segunda posição por ter superioridade nos saldo de gols: 7 a 4. O líder foi o Vasco, com 17 pontos. 

O gol que definiu o resultado foi marcado pela revelação Leandrinho, meia de 19 anos que saiu do banco no segundo tempo e balançou as redes pela primeira vez como profissional. 

O Botafogo terá como adversário na semifinal do Campeonato Carioca o Fluminense, mas agora volta as atenções para a Copa do Brasil. Na quinta-feira, receberá a visita do Coruripe. Na partida de ida, venceu por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
BOAVISTA 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Estádio Eucy Resende, em Saquarema (RJ)
Data: 17 de abril de 2016 (Domingo)
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Thiago Corrêa Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Emerson Silva, Rodrigo Lindoso, Luis Henrique (Botafogo); Thiaguinho, Willian Maranhão (Boavista)
Gol: Leandrinho (Botafogo), aos 29 do 2º tempo

BOAVISTA: Vinícius, Thiaguinho (Léo Cunha), Victor (Marquinho), Anderson Luiz e Davi; Douglas Pedroso, Willian Maranhão, Júlio César e Guilherme Costa; Matheus Paraná (Marcelo Nicácio) e André Luis
Técnico: Rodrigo Beckham

BOTAFOGO: Jéfferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Gegê (Gervasio Núñez) e Juan Salgueiro (Leandrinho); Neilton e Luiz Henrique (Ribamar)
Técnico: Ricardo Gomes

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO jogo começou com muitos erros de passes de ambos os lados e bastante uso das ligações diretas nas tentativas de encaixar um ataque. O Boavista se mostrou um pouco superior, encontrando espaço principalmente pelo lado esquerdo do campo, onde o Botafogo teve problemas para defender com eficiência. A melhor chance aconteceu quando Guilherme Costa fez boa jogada pela direita e encontrou Thiaguinho, que apareceu dentro da área para chutar forte e rasteiro. Jefferson salvou com uma ótima defesa. O goleiro também apareceu em um chute à queima-roupa de André Luis. O Boavista até chegou a balançar as redes mais tarde, aproveitando um rebote que Jefferson deu, mas Matheus Paraná estava impedido. Só que o Botafogo também teve uma ótima chance, em um cruzamento de Luis Henrique da linha de fundo em direção a Bruno Silva, que estava livre na marca do pênalti. Mas o volante furou e não conseguiu finalizar.
  • Segundo tempoAs coisas mudaram um pouco no segundo tempo. O Botafogo ficou muito perto de abrir o placar logo aos dois minutos, quando Neilton cruzou para Gegê, que se antecipou ao zagueiro, mas não conseguiu completar. Em seguida, Neilton recebeu de Vinícius e chutou para balançar as redes, mas o lance foi invalidado por impedimento. De qualquer maneira, o Botafogo saiu mais vezes para o jogo em relação ao primeiro tempo e passou a criar bem mais ações ofensivas com a bola nos pés, também usando bastante as laterais do campo. O Boavista passou a apostar nos contra-ataques, mas não se segurou por muito tempo. Aos 29 minutos, Ribamar saiu na cara de Vinícius e bateu em cima do goleiro, mas Leandrinho aproveitou o rebote e bateu para o gol. O técnico Rodrigo Beckham reagiu imediatamente ao tirar um zagueiro (Victor) para colocar um meia (Léo Marquinho) no Boavista. Mas não deu resultado. O Botafogo continuou com a partida sob domínio e até teve chances de ampliar.

Destaques

  • Calor intensoA pausa para os jogadores se refrescarem no primeiro tempo aconteceu logo aos 20 minutos. A temperatura por volta das 16h30 parece mesmo ter interferido na partida, que melhorou consideravelmente depois disso.
  • AtrasoO jogo começou com cerca de três minutos de atraso. Isso porque os jogadores do Botafogo apareceram em campo muito depois dos atletas do Boavista.
  • Primeira derrotaO resultado derrubou a invencibilidade do Boavista como mandante no Campeonato Carioca. Dos cinco jogos anteriores, o time havia vencido quatro e empatado um.

Melhores

  • Jefferson, BotafogoO Botafogo melhorou no segundo tempo e chegou ao gol, mas poderia ter ido para o intervalo perdendo se não fossem por algumas boas intervenções do goleiro.

Piores

  • Davi, Boavista-RJFalhou em muitos momentos na contenção dos avanços do setor direito do Botafogo, permitindo alguns buracos por ali para que o adversário criasse, sobretudo no segundo tempo.

Próximos Jogos - Boavista-RJ

  1. Boavista-RJ BOV
    Macaé MAC
  2. Madureira MAD
    Boavista-RJ BOV
  3. Botafogo BOT
    Boavista-RJ BOV
  4. Boavista-RJ BOV
    Internacional INT
  5. Portuguesa-RJ AAP
    Boavista-RJ BOV

Próximos Jogos - Botafogo

  1. Fluminense FLU
    Botafogo BOT
  2. Macaé MAC
    Botafogo BOT
  3. Botafogo BOT
    Boavista-RJ BOV
  4. Botafogo BOT
    Madureira MAD
  5. Aparecidense-GO APA
    Botafogo BOT

UOL Cursos Online

Todos os cursos