Botafogo vence com gol de revelação, mas avança à semifinal sem vantagem

Do UOL, em São Paulo

O Botafogo entrou em campo neste domingo para visitar o Boavista já garantido na semifinal do Campeonato Carioca, mas ainda tinha chance de avançar em segundo lugar e conquistar a vantagem do empate na próxima fase. Apesar da vitória por 1 a 0, não foi o que aconteceu.

O resultado deixou o time comandado por Ricardo Gomes com 14 pontos. A pontuação é a mesma do Fluminense, mas o rival ficou em vantagem e terminou com a segunda posição por ter superioridade nos saldo de gols: 7 a 4. O líder foi o Vasco, com 17 pontos. 

O gol que definiu o resultado foi marcado pela revelação Leandrinho, meia de 19 anos que saiu do banco no segundo tempo e balançou as redes pela primeira vez como profissional. 

O Botafogo terá como adversário na semifinal do Campeonato Carioca o Fluminense, mas agora volta as atenções para a Copa do Brasil. Na quinta-feira, receberá a visita do Coruripe. Na partida de ida, venceu por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
BOAVISTA 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Estádio Eucy Resende, em Saquarema (RJ)
Data: 17 de abril de 2016 (Domingo)
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Thiago Corrêa Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Emerson Silva, Rodrigo Lindoso, Luis Henrique (Botafogo); Thiaguinho, Willian Maranhão (Boavista)
Gol: Leandrinho (Botafogo), aos 29 do 2º tempo

BOAVISTA: Vinícius, Thiaguinho (Léo Cunha), Victor (Marquinho), Anderson Luiz e Davi; Douglas Pedroso, Willian Maranhão, Júlio César e Guilherme Costa; Matheus Paraná (Marcelo Nicácio) e André Luis
Técnico: Rodrigo Beckham

BOTAFOGO: Jéfferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Gegê (Gervasio Núñez) e Juan Salgueiro (Leandrinho); Neilton e Luiz Henrique (Ribamar)
Técnico: Ricardo Gomes

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO jogo começou com muitos erros de passes de ambos os lados e bastante uso das ligações diretas nas tentativas de encaixar um ataque. O Boavista se mostrou um pouco superior, encontrando espaço principalmente pelo lado esquerdo do campo, onde o Botafogo teve problemas para defender com eficiência. A melhor chance aconteceu quando Guilherme Costa fez boa jogada pela direita e encontrou Thiaguinho, que apareceu dentro da área para chutar forte e rasteiro. Jefferson salvou com uma ótima defesa. O goleiro também apareceu em um chute à queima-roupa de André Luis. O Boavista até chegou a balançar as redes mais tarde, aproveitando um rebote que Jefferson deu, mas Matheus Paraná estava impedido. Só que o Botafogo também teve uma ótima chance, em um cruzamento de Luis Henrique da linha de fundo em direção a Bruno Silva, que estava livre na marca do pênalti. Mas o volante furou e não conseguiu finalizar.
  • Segundo tempoAs coisas mudaram um pouco no segundo tempo. O Botafogo ficou muito perto de abrir o placar logo aos dois minutos, quando Neilton cruzou para Gegê, que se antecipou ao zagueiro, mas não conseguiu completar. Em seguida, Neilton recebeu de Vinícius e chutou para balançar as redes, mas o lance foi invalidado por impedimento. De qualquer maneira, o Botafogo saiu mais vezes para o jogo em relação ao primeiro tempo e passou a criar bem mais ações ofensivas com a bola nos pés, também usando bastante as laterais do campo. O Boavista passou a apostar nos contra-ataques, mas não se segurou por muito tempo. Aos 29 minutos, Ribamar saiu na cara de Vinícius e bateu em cima do goleiro, mas Leandrinho aproveitou o rebote e bateu para o gol. O técnico Rodrigo Beckham reagiu imediatamente ao tirar um zagueiro (Victor) para colocar um meia (Léo Marquinho) no Boavista. Mas não deu resultado. O Botafogo continuou com a partida sob domínio e até teve chances de ampliar.

Destaques

  • Calor intensoA pausa para os jogadores se refrescarem no primeiro tempo aconteceu logo aos 20 minutos. A temperatura por volta das 16h30 parece mesmo ter interferido na partida, que melhorou consideravelmente depois disso.
  • AtrasoO jogo começou com cerca de três minutos de atraso. Isso porque os jogadores do Botafogo apareceram em campo muito depois dos atletas do Boavista.
  • Primeira derrotaO resultado derrubou a invencibilidade do Boavista como mandante no Campeonato Carioca. Dos cinco jogos anteriores, o time havia vencido quatro e empatado um.

Melhores

  • Jefferson, BotafogoO Botafogo melhorou no segundo tempo e chegou ao gol, mas poderia ter ido para o intervalo perdendo se não fossem por algumas boas intervenções do goleiro.

Piores

  • Davi, Boavista-RJFalhou em muitos momentos na contenção dos avanços do setor direito do Botafogo, permitindo alguns buracos por ali para que o adversário criasse, sobretudo no segundo tempo.

Próximos Jogos - Botafogo

  1. Flamengo FLA
    Botafogo BOT
  2. Bahia BAH
    Botafogo BOT
  3. Botafogo BOT
    Flamengo FLA
  4. Botafogo BOT
    Grêmio GRE
  5. Botafogo BOT
    Santos SAN

UOL Cursos Online

Todos os cursos