Jorginho diz que precisou conter euforia do Vasco e denuncia água fria

Do UOL, no Rio de Janeiro

Depois da vitória do Vasco por 1 a 0 contra o Botafogo, na final do Campeonato Carioca, o técnico Jorginho revelou dois detalhes que aconteceram nos vestiários da partida: primeiro admitiu que os vascaínos se empolgaram demais pelo resultado e depois comentou que só teve água fria no vestiário do Maracanã.

Jorginho prometeu que essa euforia do Vasco não vai atrapalhar o time, pois vai conscientizar o time de que ainda é preciso garantir o título no segundo jogo da final, no próximo fim de semana.
 
"Euforia não vai existir. Já aconteceu no vestiário e rapidamente agimos contra isso. Não ganhamos nada ainda. Sabemos do perigo que é o Botafogo, é uma equipe bem treinada, guerreira, que não vai se entregar".
 
O técnico até contou como foi a "bronca" nos jogadores: "falei para eles que a gente, para chegar no nosso objetivo, tem que estar concentrado e ter a melhor semana de preparação. Nossa equipe é experiente e convicta daquilo que ela quer".
 
Questionado sobre como foi a emoção de voltar ao Maracanã, ele fez outra revelação: "voltar é legal, mas estava duro, só tinha água fria. Isso não pode em um estádio que passou por uma reforma tão grande. É o maior palco do Brasil para o futebol. Ter show é legal, mas tem que estar preparado para o futebol. Então quero pedir compreensão para quem cuida disso".
 
Jorginho também chamou atenção ao contar como vai se preparar para a final, que pode lhe render seu primeiro título como técnico no Brasil: "gosto de ir ao cinema e de ler a Bíblia. Vou continuar fazendo isso para que a gente tenha uma grande semana".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos