Brigas, filas e sistema falho: ingressos esgotados para vascaínos em final

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

Apesar de questionado, o Campeonato Carioca segue atraindo bastante atenção do torcedor do Rio de Janeiro. Ao menos para a final do próximo domingo, entre Vasco e Botafogo, no Maracanã. Nesta quarta-feira, primeiro dia de vendas de ingressos para o jogo decisivo, 40.147 entradas foram vendidas de maneira antecipada.

Restam ainda pouco mais 10 mil bilhetes. A carga será de apenas 51 mil ingressos à venda - 60 mil no total. Tal quantidade foi reduzida do habitual por conta de locais do estádio que já estão entregues à organização dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

Em um dia marcado por enormes filas, muitas confusões com Polícia e falhas no sistema de venda, os vascaínos foram ampla maioria na busca por ingressos e já esgotaram os setores destinados ao time de São Januário: Sul (atrás do gol à direita das cabines de TV), Leste e Oeste.

Restam apenas ingressos para o setor norte, reservado para a torcida do Botafogo. A pedido do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), as vendas serão realizadas apenas nos pontos botafoguenses – General Severiano e Estádio Caio Martins (Niterói).

Com uma concentração maior de torcedores, os pontos vascaínos registraram muitas confusões. Na bilheteria 3 do Maracanã e em São Januário, logo pela manhã, cambistas e torcedores que tentavam furar filas protagonizaram brigas com aqueles que passaram a noite guardando os primeiros lugares. Uma empresa de segurança privada que atua nos estádios e a  Polícia Militar tiveram que intervir. O "empurra empurra" seguiu durante todo o dia.

Na sede cruzmaltina do Calabouço, no Centro, mais filas e muita desorganização. No início da tarde, o sistema de vendas do local caiu. Quando retornou, os ingressos para vascaínos haviam se esgotado, gerando revolta nos mais de 500 presentes que esperavam por mais de oito horas na fila e saíram de mãos vazias.

Ferj explica
Em nota divulgada no final da tarde desta quarta, a Ferj informou que "não havia tempo hábil para implementar um sistema de ticket integrado às instalações do Maracanã. O sistema anterior pertencia ao Consórcio, que fez investimento alto em tecnologia e equipamentos para tê-los. E este não foi disponibilizado para a Federação de Futebol do Rio de Janeiro utilizá-lo nas finais do Campeonato Carioca entre Vasco x Botafogo".

A Federação relembrou que, no ano passado, quando ocorreu a venda on line, houve fila para a retirada dos bilhetes. Informada de que torcedores estavam na fila desde cedo, a Ferj ainda fez contato com a Polícia Militar e Guarda Municipal para reforçar a segurança nos pontos de venda. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos