Bom início de ano de Nenê anima Vasco por retorno dos melhores dias do meia

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Costa/ Vasco.com.br

    Nenê posa com o troféu "Chuteira de Ouro" dado ao artilheiro da Florida Cup

    Nenê posa com o troféu "Chuteira de Ouro" dado ao artilheiro da Florida Cup

Artilharia da Florida Cup, fôlego de sobra e bom futebol. O animador início de temporada de Nenê enche o Vasco de esperança para o retorno dos melhores dias do meia, que já chegou a ser cogitado na seleção brasileira e caiu de rendimento junto com o restante da equipe no segundo semestre do ano passado.

Na competição dos Estados Unidos, em que o Cruzmaltino ficou na terceira colocação, Nenê foi o maestro do time, que venceu Barcelona de Gayaquil-EQU (2 a 1) e River Plate-ARG (1 a 0), e foi goleado pelo Corinthians (4 a 1).

Foram dois gols e um preparo físico de impressionar. Não só por atuar os 90 minutos nas três partidas como também pelo empenho na marcação, voltando para o sistema defensivo mesmo ao fim dos jogos.

"Estou motivado. Sempre estive feliz aqui no Vasco. A cada ano me sinto melhor. O apoio da torcida é primordial", disse o meia, que está com 35 anos.

Técnico da equipe, Cristóvão Borges reconheceu a importância de seu camisa 10 para o desenvolvimento do time, mas lembrou que precisa preparar o elenco para saber jogar sem Nenê durante a temporada.

"Ele é talentoso e decisivo. Mas quando não temos o Nenê, possuímos outra forma de jogar. Mudamos. É a solução. Precisamos estar preparados, pois serão jogos difíceis. É complicado qualquer jogador estar presente em todas as partidas", avaliou.

O Vasco estreia no Campeonato Carioca neste domingo, às 17h, no clássico com o Fluminense no Engenhão. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos