Botafogo vence Macaé com gol aos 52 e segue vivo na Taça Guanabara

Do UOL, em São Paulo

Cabeça erguida e olhar fixo nos líderes: o Botafogo segue vivo na Taça Guanabara. Neste sábado, a equipe venceu o Macaé por 2 a 1, no Nilton Santos, e garantiu suas chances matemáticas de classificação nas próximas duas rodadas.

O primeiro (e bonito) gol do jogo, válido pela terceira rodada da fase de grupos, foi marcado por Rodrigo Lindoso. Guilherme Xavier, substituto de Romarinho, filho de Romário, empatou na etapa complementar. No último momento possível dos acréscimos de sete minutos, Vinícius Tanque selou a vitória alvinegra. Agora o time de Jair Ventura tem quatro pontos, cinco a menos que Flamengo e Madureira. Ainda é possível alcançar os dois primeiros colocados nas duas últimas rodadas, nas quais o Botafogo encara o próprio rival rubro-negro no domingo (12) e o Boavista.

Divulgação/Botafogo

Sete minutos de polêmica

O árbitro Rafael Martins de Sá terá muito assunto durante a semana. Depois de dar sete minutos de acréscimo, muito em função das constantes quedas do goleiro Milton Raphael, do Macaé, o juiz viu Renan Fonseca lançar em profundidade. Guilherme não abriu mão da jogada e correu para impedir a saída da bola pela linha de fundo - sem sucesso, já que a bola de fato ultrapassou a linha, sem intervenção da arbitragem - e cruzou para a área. Vinícius Tanque subiu mais que a zaga e fez a festa da torcida no Nilton Santos aos 52 minutos do segundo tempo, para o desespero do técnico Renê Simões.

Um gol Lindoso?

A articulação ofensiva foi boa. A conclusão de Rodrigo Lindoso, melhor ainda. Depois de receber bom passe de Guilherme, o meia parou a bola com o peito e bateu cruzado, com efeito e sem chance para o goleiro Milton Raphael, abrindo o placar. Até o técnico Jair Ventura correu para comemorar o lindo gol com os reservas.

O jogador ainda quase marcou um gol de placa aos 37 do primeiro tempo, quando viu Milton Raphael muito adiantado e tentou encobri-lo a partir do círculo central. A sorte do goleiro foi a falta de pontaria de Lindoso, já que a bola saiu a dois metros da meta.

Oportunismo digno de Romário?

Guilherme Xavier substituiu Romarinho, filho de Romário, tão logo o segundo tempo começou para o Macaé. E a estrela do Baixinho parece ter brilhado ao aproveitar o rebote após falha de Gatito Fernandez e, posicionado na hora e lugar certos, empurrou a bola para a rede.

Choro e aplausos

O garoto Gustavo Bochecha caiu no gramado ainda no início da partida e foi retirado de maca. Ainda tentou ignorar as dores no joelho direito e voltar ao jogo, mas não aguentou e teve que ser substituído por Matheus Fernandes aos 15 minutos do primeiro tempo. Na saída de campo, a joia do meio-campo chorou bastante pela oportunidade perdida e recebeu os aplausos da torcida no Nilton Santos. Bochecha tem contrato longo com o clube: o vínculo atual vai até o fim de 2019. O jogador ainda será reavaliado pelo departamento médico, mas a primeira suspeita é de entorse no joelho.

Torcedor privilegiado... Ou não

Na maior parte do tempo, Gatito só torceu pelo Botafogo. E o goleiro o fez em posição mais privilegiada que qualquer torcedor nas cadeiras do Nilton Santos, uma vez que foi escalado como titular e não foi incomodado pelo ataque do Macaé até a falha no gol de Guilherme Xavier, aos 34 do segundo tempo, quando o time visitante conseguiu imprimir intensidade suficiente nas tentativas para passar pela zaga alvinegra. Houve quem criticasse a atuação do goleiro...

Olho na América... E na Guanabara

O Botafogo foi ao jogo com força reduzida: o único atleta considerado titular entre os 11 iniciais foi o goleiro Gatito. O foco está na segunda fase preliminar da Copa Libertadores. No jogo de ida disputado na última quarta-feira, no Nilton Santos, a equipe venceu o Colo-Colo por 2 a 1, e agora se prepara para a volta em Santiago, no Chile, na próxima quarta. Vale lembrar que Sassá não foi relacionado porque atualmente negocia sua ida para a China.

Apesar do foco na competição internacional, o time de Jair Ventura precisava dos três pontos. Se não tivesse vencido o Macaé neste sábado, teria dado de presente a Flamengo e Madureira a classificação antecipada para a semifinal da Taça Guanabara. E a torcida botafoguense parecia acreditar no sucesso em todas as frentes: no segundo tempo, o pequeno público do Engenhão cantava "pode esperar, a sua hora vai chegar". Será?

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 MACAÉ

Data e hora: 04 de fevereiro de 2017, sábado, às 19h30 (de Brasília)
Local: Estádio Nílton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Auxiliares: Diego Luiz Couto Barcelos e Ivan Silva Araujo
Cartões amarelos: Alan (Macaé)
Gols: Rodrigo Lindoso, aos 10 minutos do primeiro tempo (Botafogo), e Vinícius Tanque, aos 52 minutos do segundo; Guilherme Xavier, aos 34 do segundo (Macaé)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Gilson, Renan Fonseca, Igor Rabello e Marcinho (Fernandes); Gustavo Bochecha (Matheus Fernandes), Dudu Cearense, Rodrigo Lindoso e Leandrinho; Guilherme e Joel (Vinícius Tanque)
Técnico: Jair Ventura

MACAÉ: Milton Raphael; Léo Rodrigues, Ramon, Aislan e Ebert; Diérson (Rafinha), Marquinho, Alan e Zotti; Romarinho (Guilherme Xavier) e Maycon Aperibé (Yago)
Técnico: Renê Simões

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos