Cada vez mais distantes, Fla e Bota duelam após três anos no Engenhão

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Alex Carvalho/Agif

Flamengo e Botafogo não escondem o clima de inimizade existente entre os clubes. Vários episódios contribuíram para o mal relacionamento: Porta dos Fundos, divisão de cotas de televisão e, claro, o chapéu aplicado pelo Rubro-negro na contratação de Willian Arão. Neste domingo, às 19h30, as equipes voltam a se enfrentar no Engenhão, local onde a equipe da Gávea leva vantagem sobre o rival, apesar da maioria dos duelos terminarem em empate.

O caso que mais mexe com o Botafogo é a contratação de Willian Arão. O Alvinegro diz ter direitos de receber algum valor pois tinha um documento que o permitia renovar o contrato de maneira automática no fim de 2015. O jogador, no entanto, preferiu jogar no Flamengo e acionou a Justiça para fechar com o então rival.

O Botafogo levou o caso para os tribunais, mas até agora foi derrotado em três oportunidades. Agora, a diretoria levará o caso para Brasília, onde tentará reverter a delicada situação.

A partida marcará também o retorno do clássico ao Estádio Nilton Santos, o Engenhão, casa do Botafogo. Curiosamente é o Flamengo quem tem melhor desempenho. Mesmo que mínima. Em dez jogos disputados entre os times no estádio, o Rubro-negro tem duas vitórias, contra apenas uma do Alvinegro. No demais são sete empates.

Por outro lado, o Botafogo defende uma marca importante contra o Flamengo. Não sabe o que é sair derrotado do rival após os noventa minutos desde julho de 2014. São cinco jogos de invencibilidade: duas vitórias e três empates.

Sobre o jogo deste domingo, Flamengo e Botafogo divergem. O Rubro-negro já definiu força máxima para o clássico, enquanto o Alvinegro deverá utilizar uma escalação alternativa.

"Independentemente dos atletas que vierem no Botafogo sabemos que será uma partida complicada. Jogarão dentro de casa, a favor da torcida, motivada com a classificação para a segunda fase da Libertadores. Não tenho dúvida nenhuma que virá um time forte. Eles criaram uma identidade, uma forma de jogar. Os jogadores estão acostumados com essa forma de jogador e isso criará dificuldades para a gente. Será preciso entrar focado para buscar o resultado", disse Zé Ricardo.

Jair Ventura, por sua vez, despista e diz que o Botafogo vai com força máxima. Isso, no entanto, é um mero jogo de palavras para não desmotivar o grupo. A realidade é que alguns jogadores serão poupados por conta de um cansaço muscular. É o que disse o treinador do Alvinegro.

"Nosso objetivo, seguindo o planejamento para o clássico, vai ver a situação física. Alguns jogadores com incomodo, vamos ver. A força máxima é o que se tem melhor no momento. Assim que o Botafogo vai encarar", encerrou Jair.

BOTAFOGO X FLAMENGO

Data e hora: 12/02/2017, domingo, às 19h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Silbert Faria Sisquim e Michael Correia (RJ)

Botafogo
Gatito; Marcinho, Renan Fonseca, Igor Rabelo e Gilson; Matheus Fernandes, Dudu Cearense, Leandrinho e Guilherme; Joel e Roger.
Técnico: Jair Ventura

Flamengo
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Rômulo, Willian Arão, Mancuello,  Diego e Everton; Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos