Promessa do Fla chora com golaço por cobertura a 34 metros de distância

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

Lucas Paquetá viveu um momento único neste domingo (19). Foi dele o último gol nos 4 a 0 do Flamengo sobre o Madureira. Um golaço, logo o primeiro como profissional. O garoto de 19 anos percebeu o goleiro adiantado e promoveu uma autêntica pintura aos 35min do segundo tempo. Por cobertura, a 34 metros do gol, o meia acertou o ângulo.

A emoção veio com tudo e Paquetá não escondeu que vivia um sonho no gramado do Raulino de Oliveira. O jovem, que acabou de voltar da decepcionante campanha da seleção brasileira sub-20 no Sul-Americano do Equador, foi abraçado pelos companheiros.

"Dou graças a Deus por ter feito o meu primeiro gol nos profissionais. O goleiro saiu demais da área. Percebi que estava adiantado e fui feliz. Nunca tinha feito nada parecido na base. Nunca tive uma chance assim. Os torcedores estão sempre me apoiando. Agradeço por isso e trabalho para conquistar o meu espaço", afirmou Paquetá.

Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Zé Ricardo não poupou elogios ao jogador com o qual trabalha junto desde as categorias de base.

"Ele tem uma história muito bonita no clube e o conheço desde o Infantil. Teve momentos difíceis e superou tudo isso. Fico feliz de participar. Sabemos quanto o Paquetá trabalhou para chegar aqui. Espero que possa manter o alto nível e que continue nos ajudando. Ele merecia uma oportunidade", encerrou o comandante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos