Gol de poça e quatro expulsões: a última vez em que o Fla venceu o Vasco

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

Já são quase dois anos sem vencer o rival. É com o peso do incômodo tabu de nove jogos - três eliminações no período - que o Flamengo entra para mais um duelo contra o Vasco. A semifinal da Taça Guanabara está marcada para o sábado de Carnaval, dia 25, às 18h30 (de Brasília). O Rubro-negro tem a vantagem do empate para ir à final, mas voltar a triunfar sobre o Cruzmaltino é a meta do elenco comandado pelo técnico Zé Ricardo.

A última vez em que isso ocorreu foi no dia 22 de março de 2015 - vitória por 2 a 1. Esta edição do "Clássico dos Milhões" teve de tudo um pouco. Desde um Maracanã alagado que resultou em um "gol de poça" até uma briga feia entre os jogadores. O UOL Esporte relembra um dia de alegria para os rubro-negros, mas que também serve de provocação para os vascaínos.

O gol de poça

A vitória do Flamengo foi construída com dois gols de Alecsandro. No primeiro, ele aproveitou o erro do goleiro Martín Silva. A bola parou em uma poça d'água acumulada no gramado e ficou na medida para o arremate. Foi também do atacante o segundo gol, em cobrança de pênalti. Na comemoração, ele pegou o guarda-chuva de um fotógrafo e foi para a torcida. Gilberto fez para os cruzmaltinos. Curiosamente, na ocasião, a estatística jogava a favor do Rubro-negro. Desde 2012, na semifinal da Taça Rio, o Vasco não vencia. Eram seis triunfos do Flamengo e quatro empates. Agora, o jogo virou.

Temporal e jogo parado por 50 minutos


A forte chuva que caiu no Rio de Janeiro foi o destaque do clássico. O gramado do Maracanã ficou completamente alagado - o que colaborou com o gol de Alecsandro - e pouco tempo depois ocasionou a interrupção do jogo. Foram 50 minutos de paralisação. A drenagem do estádio funcionou assim que a chuva diminuiu de intensidade e a bola rolou normalmente. As ruas próximas ao Maracanã também sofreram com os efeitos do temporal, assim como outros bairros da cidade.

Briga e quatro expulsões


O jogo terminou com uma briga generalizada entre os jogadores de Flamengo e Vasco. Aos 36 minutos do segundo tempo, Paulinho fez falta em Bernardo, que partiu para cima do adversário. Anderson Pico chegou e empurrou o vascaíno ao chão. A briga começou. Guiñazu era um dos mais exaltados e queria a todo o momento revidar a atitude de Pico. A confusão terminou com os dois, além de Bernardo e Paulinho expulsos.

Apenas três titulares atuais iniciaram o duelo

Só três titulares atuais de Flamengo e Vasco iniciaram o "Clássico dos Milhões" de 22 de março de 2015. Pelo lado do Rubro-negro, o lateral direito Pará.
No Cruzmaltino, o goleiro Martín Silva e o zagueiro Rodrigo. Ainda participaram do jogo outros três atletas do elenco do Flamengo em 2017: Everton, Gabriel e Marcelo Cirno, que negocia a transferência para o Internacional. No Vasco, Madson, Thalles e Julio dos Santos estiveram em campo.

Técnicos estão desempregados

Gilvan de Souza / Flamengo

O Flamengo era comandado por Vanderlei Luxemburgo no começo de 2015. Após ser demitido do clube de coração, o técnico ainda passou por Cruzeiro e pelo chinês Tianjin Quanjian. Luxa está desempregado desde o ano passado. A situação é a mesma de Doriva, comandante do Vasco em 2015. Depois de deixar a Colina, ele treinou Ponte Preta, São Paulo, Bahia e Santa Cruz. Está sem clube desde outubro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos