Eurico detona PM por clássico em Volta Redonda: 'Falência da segurança'

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

    Eurico não se mostrou satisfeito com a decisão de jogar o clássico em Volta Redonda

    Eurico não se mostrou satisfeito com a decisão de jogar o clássico em Volta Redonda

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, detonou a decisão pela marcação da semifinal da Taça Guanabara contra o Flamengo, sábado (25), às 17h (de Brasília), para o estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O dirigente considerou um absurdo o duelo não ser realizado no Nilton Santos (Engenhão), pois a Polícia Militar descartou a segurança por conta do Carnaval.

"A liminar foi suspensa de forma provisória, mas o Vasco se isenta sobre isso. A polícia diz que não pode dar segurança. Está clara a falência da segurança pública. Estou descontente com a constatação de que a PM não tem condição de dar segurança em uma partida de futebol. Abstrai qualquer problema de violência externa. Isso precisa ser tratado. Quando a polícia vem e diz que não tem condição de dar segurança porque tem carnaval, futebol de praia... Por isso que andamos assim no Rio, sem relógio. O Vasco se isenta disso", afirmou.

Presidente da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), Rubes Lopes explicou os motivos que levaram a Polícia Militar a solicitar que o confronto fosse realizado em Volta Redonda. "A PM, por conta do Carnaval, informou que não poderia dar segurança a um clássico no Engenhão, mas sim fora do município. A ponderação feita é que nesse caso a PM consegue reforço de batalhões dos outros municípios", comentou.

Já o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, reforçou que o pedido para que o clássico fosse realizado em Volta Redonda partiu da Polícia Militar. Os representantes da instituição não falaram com a imprensa após a audiência realizada no Fórum Central do Rio de Janeiro.

"Houve uma reconsideração provisória da decisão do jogo baseada nas informações da polícia. Ficou definido que será em Volta Redonda. A polícia alega questão de efetivo para garantir o jogo no Engenhão, seja com uma torcida ou com duas", encerrou.

O juiz Guilherme Schilling Pollo Duarte, do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, suspendeu provisoriamente a decisão que determinava clássicos com torcida única no Rio de Janeiro. Desta forma, a semifinal da Taça Guanabara entre Flamengo e Vasco, sábado (25), às 17h (de Brasília), está confirmada para Volta Redonda com a presença das duas torcidas. Não houve garantia da Polícia Militar para que o jogo fosse realizado no Nilton Santos (Engenhão). Já Fluminense x Madureira será no estádio Los Larios, em Xerém, às 16h30 (de Brasília).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos