Juiz suspende decisão e Fla x Vasco terá torcida mista em Volta Redonda

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Júlio César Guimarães/UOL

    O estádio Raulino de Oliveira será o palco de Flamengo x Vasco, no sábado de Carnaval

    O estádio Raulino de Oliveira será o palco de Flamengo x Vasco, no sábado de Carnaval

O juiz Guilherme Schilling Pollo Duarte, do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, suspendeu provisoriamente a decisão que determinava clássicos com torcida única no Rio de Janeiro. Desta forma, a semifinal da Taça Guanabara entre Flamengo e Vasco, sábado (25), às 17h (de Brasília), está confirmada para Volta Redonda com a presença das duas torcidas. Não houve garantia da Polícia Militar para que o jogo fosse realizado no Nilton Santos (Engenhão). Já Fluminense x Madureira será no estádio Los Larios, em Xerém, às 16h30 (de Brasília).

A medida foi tomada em uma audiência especial nesta quarta-feira (22), no Fórum Central do Rio de Janeiro, e vale apenas para os jogos da semifinal do Carioca. O encontro contou com a presença de representantes dos quatro grandes clubes, do Ministério Público, da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), da Polícia Militar e do Procurador-Geral do Estado, Leonardo Espindola.

Os clubes pediram uma espécie de voto de confiança contra a medida da torcida única e firmaram pacto de colaboração pela paz nos estádios. Por conta do Carnaval, o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) e a PM não garantiram a segurança para o Engenhão e solicitaram a transferência para Volta Redonda.

O Ministério Público do Rio de Janeiro havia pedido que todos os clássicos do estado fossem disputados com torcida única. A solicitação partiu depois da morte do botafoguense Diego Silva dos Santos, de 28 anos, assassinado com golpes de espeto de churrasco antes do último Flamengo e Botafogo, realizado em 12 de fevereiro, no Engenhão.

Desde o início, os clubes se posicionaram contra o pedido e o aval do juiz. Flamengo e Vasco se uniram nos bastidores e se recusaram a jogar a semifinal da Taça Guanabara com torcida única. Foi aí que o movimento para o pedido de reconsideração do juiz tomou corpo e contou com a adesão da Ferj, além dos demais clubes. Em paralelo, correm tentativas de cassação da liminar deferida.

Anteriormente, a solução foi tirar o clássico do Rio de Janeiro para manter o direito das duas torcidas. O problema é que o período de Carnaval não ajudou. A maioria das praças que recebem jogos se recusou a realizar a semifinal da Taça Guanabara por falta de segurança.

A Ferj até se antecipou e marcou o duelo para o Estádio Municipal Mário Helênio, em Juiz de Fora. Porém, a Prefeitura da cidade alegou não ter sido consultada e descartou a possibilidade. Em cima da hora, o clássico voltou ao Rio de Janeiro. Começa agora a corrida para a organização do duelo e a venda de ingressos.

Com o panorama resolvido - mesmo que momentaneamente - Flamengo e Vasco têm uma responsabilidade considerável nas mãos e mais um compromisso decisivo pela frente na histórica rivalidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos