Zé Ricardo vê Fla sem foco e quer levar lições de derrota para Libertadores

Do UOL, em São Paulo

Derrotado nos pênaltis na final da Taça Guanabara, disputada neste domingo no Engenhão, o rubro-negro Zé Ricardo reconheceu o mérito do Fluminense na partida. O treinador do Flamengo ainda fez uma análise de seu time, detectou problemas de concentração no empate por 3 a 3 e reconheceu a atuação abaixo da média - principalmente no primeiro tempo.

Em um clássico de duas viradas e cinco gols apenas no primeiro tempo (vantagem parcial de 3 a 2 a favor do Flu), o Flamengo conseguiu o empate no fim, graças a um gol de falta de Paolo Guerrero. Em seguida, acabou batido nos pênaltis, após cobranças desperdiçadas por Réver e Rafael Vaz. Apesar do título do primeiro turno do Estadual ter saído somente nos pênaltis, Zé Ricardo afirmou que os adversários mereceram o troféu.

"Foi um primeiro tempo atípico. Demoramos um pouco a fazer a leitura defensiva da estratégia que o Fluminense colocou. Os gols foram um pouco estranhos. Mas não tira a responsabilidade. Acho que foi uma grande partida, não é todo dia que tem final de campeonato com seis gols. Quero enaltecer o comportamento das duas torcidas, foi um grande espetáculo. O Fluminense esteve mais concentrado do que nossa equipe, acredito que teve mais merecimento na vitória", comentou o treinador rubro-negro.

"Não fizemos um primeiro tempo no nosso nível. Os jogadores sabem disso. Mas mesmo não conseguindo ser brilhante, abaixo do nosso nível de atuação e em alguns momentos desconcentrados, nós conseguimos ainda buscar o resultado", acrescentou Zé Ricardo.

Derrotado na decisão da Taça Guanabara, equivalente ao primeiro turno do Estadual do Rio, o Flamengo agora volta a campo na quarta-feira, para a estreia na Libertadores, diante do San Lorenzo (Argentina), no Maracanã. Para este compromisso, Zé Ricardo espera que seu time aproveite as lições da derrota deste domingo.

"É a competição mais importante do continente", declarou o comandante rubro-negro no Engenhão. "A gente sabe que vencer em casa é fundamental na fase de grupos da Libertadores. Temos que ser ofensivos contra o San Lorenzo, mas não dando espaço como aconteceu hoje. O primeiro tempo que a gente não fez hoje será de grande valia para a quarta-feira", projetou o técnico do Flamengo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos