Estreante, Luís Fabiano pede paciência ao torcedor do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

Embora tenha presenciado toda uma festa por sua estreia, Luís Fabiano sentiu em seu primeiro jogo com a camisa do Vasco que a paciência da torcida com o time está curtíssima. O novo empate, desta vez em 2 a 2 com o Macaé pela Taça Rio, foi marcado por muitas vaias, principalmente ao técnico Cristóvão Borges.

Experiente, o atacante, que teve boa participação e quase chegou ao gol de número 400 na carreira, pediu calma aos vascaínos.

"A gente pede um pouco de paciência ao torcedor. O treinador não é culpado sozinho. A gente entende o torcedor estar chateado, mas o momento que a gente precisar do torcedor, ele vai dar a resposta. Hoje, sinceramente, mesmo com a gente perdendo, ouvi o torcedor incentivando. Claro que depois, com o empate, aconteceram algumas vaias, normal. Eu peço um pouquinho de paciência ao torcedor", disse.

Luís Fabiano, que atuou os 90 minutos mesmo ainda longe do melhor de sua forma física, teve duas oportunidades de balançar as redes. Aos 20 minutos do primeiro tempo, quando concluiu de carrinho e o goleiro do Macaé fez boa defesa, e no gol do empate do Vasco, quando cabeceou, Milton Raphael espalmou e Rodrigo pegou o rebote.

O artilheiro é a esperança do Cruzmaltino de classificação no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira, contra o Vitória, em Salvador (BA). Para ficar com a vaga, a equipe precisa vencer ou empatar por dois ou mais gols de diferença. Um novo empate em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos