Fluminense faz três, afunda Macaé e retoma liderança do grupo

Do UOL, em São Paulo

Sem grandes sustos, o Fluminense retomou seu lugar na liderança do Grupo C da Taça Rio. Neste domingo, a equipe venceu o Macaé por 3 a 0 no Giulite Coutinho, em Mesquita, e recuperou a primeira posição da chave no segundo turno do Campeonato Carioca - a Portuguesa, que havia vencido o Madureira no sábado, volta ao segundo lugar. Os gols foram marcados por Richarlison, Sornoza e Wellington Silva.

A duas rodadas do fim da fase de grupos, o Tricolor chega a nove pontos e tem dois a mais que o vice-líder. O Macaé é penúltimo colocado no Grupo B com apenas um ponto, levando vantagem sobre o Madureira apenas no saldo de gols. Além disso, é o lanterna na classificação geral a sete pontos de distância do Resende, décimo colocado, e cinco do Bangu, penúltimo. Vale lembrar que os dois últimos disputarão a seletiva do estadual no ano que vem. 

Luciano Belford/AGIF

Menino de ouro

Richarlison foi o nome da vitória do Fluminense neste domingo. Antes mesmo de seu gol aos 32 do primeiro tempo, em jogada na qual recebeu de Pedro e demonstrou grande frieza na conclusão em frente ao goleiro Milton Raphael, o jovem atacante tricolor ainda carimbou o travessão com uma bomba aos 15.

Cochilou, perdeu

A zaga do Macaé deve perder o sono nesta noite. Aos sete do segundo tempo, Sornoza aproveitou bobeada da defesa para roubar a bola e arrancar em direção ao gol de Milton Raphael, que nada pôde fazer quando o equatoriano escolheu seu canto esquerdo.

Dez minutos depois, Pedro tirou vantagem de novo cochilo defensivo do Macaé e acionou Sornoza. Depois de driblar Ramon, o meia decidiu dar o terceiro gol de presente para o companheiro Wellington Silva.

Por pouco

Apesar do gol de Richarlison aos 32 do primeiro tempo, o Macaé quase surpreendeu a equipe favorita logo no início do jogo: no primeiro minuto, Marquinho pedalou pela esquerda e acionou Zotti, que, na entrada da área, arriscou o chute de primeira e viu Cavalieri fazer a defesa.

Posteriormente, aos 24, Marquinho voltou a descer ao ataque – desta vez pela direita – e tocou para Rafinha. O meia tentou o cruzamento rasteiro para a pequena área, mas a zaga travou e impediu a finalização de Hudson.

Lambança

O Fluminense tinha a bola com frequência no campo de ataque, mérito das escolhas táticas de Abel Braga. No entanto, o Tricolor nem sempre sabia o que fazer com ela. Aos 42 minutos, a torcida deve ter se confundido com um longo bate-rebate na área.

Tem visita

A partida contou com visitantes distantes: a delegação do Consadole Sapporo, do Japão, que curte os dias no Rio de Janeiro antes de jogos-treino contra Vasco, Botafogo e próprio Fluminense.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 MACAÉ

Data e hora: 26 de março de 2017, domingo, às 19h (de Brasília)
Local: Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, no Rio de Janeiro
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira e Thiago Gomes Magalhães
Cartões amarelos: Richarlison (Fluminense); Ronaldo, Ebert (Macaé)
Gols: Richarlison, aos 32 do primeiro tempo, Sornoza, aos 6 do segundo, e Wellington Silva aos 17 (Fluminense)

FLUMINENSE: Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Marquinho (Nogueira), Wendel e Sornoza; Richarlison (Marcos Junior), Pedro (Henrique Dourado) e Wellington Silva
Técnico: Abel Braga

MACAÉ: Milton Raphael; Ronaldo, Aislan (Matheus Cambuci), Ramon e Ebert; Alan, Rafael Lourenço (Hudson), Rafinha, Zotti e Marquinho; Jones (Willean Lepu)
Técnico: René Simões

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos