Andrezinho viveu escândalo e pensou em deixar o Vasco. Agora ele voltou

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

    Andrezinho voltou a ser titular do Vasco com o técnico Milton Mendes

    Andrezinho voltou a ser titular do Vasco com o técnico Milton Mendes

O início de ano, definitivamente, não foi dos melhores para Andrezinho. Discreto no aspecto privado, presenciou um escândalo de sua vida pessoal vir à tona publicamente em janeiro. Não bastasse isso, dentro de campo, perdeu espaço considerável com o técnico Cristóvão Borges e chegou a sequer ser relacionado para o banco de reservas do Vasco, algo que, segundo o próprio, é raro em sua carreira.

Frustrado com a situação, conversou francamente com Cristóvão e pensou em deixar o clube, com quem tem contrato até 2018.

"Não estava nem sendo relacionado. Acho que a última vez que nem fui relacionado para uma partida, eu tinha 17 anos. Não tenha dúvida (que incomodava). Até porque, como eu disse, eu sou um jogador experiente, que já participei de vários grupos campeões, com vários títulos. Sempre trabalhei para defender a minha instituição. Pelo Vasco eu sempre me doei 100%. Foi uma situação que me chateou muito, até porque fui um dos três que mais jogou ano passado, e você ficar fora de relação, isso machuca", disse à Rádio Brasil.

Pouco tempo depois da conversa, porém, o contestado treinador foi demitido e as nuvens negras que o sobrevoavam começaram a zarpar.

A primeira nova chance entre os titulares foi dada pelo auxiliar-técnico Valdir Bigode no clássico em 0 a 0 com o Botafogo. No dia seguinte, Milton Mendes assumiu o comando da equipe e o manteve entre os 11 nos dois jogos posteriores.

Novamente relacionado

Em seus primeiros momentos no clube, Milton Mendes parece ver em Andrezinho um homem de confiança. Para o jogo desta quinta-feira, contra o Boavista, às 21h30, em São Januário, por exemplo, o meia novamente foi relacionado e deverá começar entre os titulares.

O treinador terá os desfalques do atacante Luís Fabiano e do volante Jean, mas contará com os retornos do meia Wagner, que estava lesionado, e do goleiro Martín Silva, que estava servindo a seleção uruguaia.

Nas mãos do advogado

Já no que se refere ao problema pessoal, Andrezinho prefere não tocar no assunto, que se tornou público através do colunista Léo Dias, do jornal "O Dia". Na reportagem, o jornalista destacou que Andrezinho teria se envolvido em um romance com a ex-esposa de um amigo seu de infância que, inconformado, supostamente agrediu o jogador.

Na última vez em que foi questionado sobre o assunto, o meia preferiu dizer apenas que seus advogados estavam cuidando da questão.

VASCO X BOAVISTA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Auxiliares: Silbert Faria Sisquim e Jackson Lourenço Massara dos Santos

Vasco
Martín Silva, Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Henrique; Julio dos Santos (Bruno Gallo), Douglas, Andrezinho e Nenê; Yago Pikachu e Thalles
Técnico: Milton Mendes

Boavista
Rafael; Lucas Rocha, Gustavo Geladeira, Anderson Luiz e Christiano; Julio César, Thiaguinho e Fellype Gabriel; Maicon, Leandrão e Mosquito
Técnico: Joel Santana
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos