Sassá "aproveita embalo" de bicicletas no Botafogo e sai ovacionado

Do UOL, em São Paulo

O Estádio Nilton Santos vibrou com Sassá neste domingo (02), na vitória por 3 a 2 sobre o Resende pela última rodada da fase de grupos da Taça Rio. O atacante entrou na reta final, converteu pênalti e marcou um golaço de bicicleta que rendeu aplausos de pé dos botafoguenses.

Ambos os gols saíram em sequência, aos 40 e 41 minutos do segundo tempo, justamente quando o time da Estrela Solitária mais precisava. "Fico feliz por entrar e poder colaborar um pouco com o Botafogo. Quero agradecer aos companheiros, porque na hora em que mais precisei eles me ajudaram", discursa Sassá ao canal Premiere FC, sem deixar de tirar onda pelo golaço.

"Os caras ficam falando que eu só faço gol de pênalti... É o fundamento que mais trabalho, e a bola está entrando, mas também faço com a bola rolando", sorri o atacante, explicando a motivação pela pedalada. "Aproveitei o embalo, né. Já tinha visto [bicicletas] de Camilo, Pimpão e Roger, então resolvi tentar a minha também", brinca Sassá.

Na saída do gramado, recebeu justos aplausos da torcida localizada atrás do túnel que leva aos vestiários. A torcida, aliás, pediu a entrada de Sassá durante boa parte do segundo tempo e teve a solicitação atendida pelo técnico Jair Ventura. O atacante não marcava dois gols no mesmo jogo desde agosto de 2016, na vitória por 3 a 0 sobre o Sport pelo Brasileirão.

Jair Ventura e Camilo dão moral

Quem inaugurou a mania pelos golaços de bicicleta foi Camilo, que revela ter havido um interesse prévio de Sassá em lances deste tipo. "Ele falou que queria e acabou surfando também nesta onda", brinca o meia. "A gente sempre soube da qualidade dele e temos que dar moral. Estamos  ganhando grupo com os jogadores que têm entrado", avalia Camilo.

O técnico Jair Ventura elogia o lance e admite que, mesmo instigando jogadas do tipo nos coletivos, não tem méritos no golaço de Sassá. "O mais importante de tudo são os gols, mas é bacana para o espetáculo, os torcedores gostam. Tinha até uma brincadeira que a gente fazia nos treinos, de que o gol de bicicleta vale quatro gols, mas desta vez não fiz, não", ri o treinador. "É um recurso do momento, e fico feliz que tenha saído esses gols bonitos."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos