Urubu que invadiu Maracanã no Fla-Flu de 83 vira troféu em casa de tricolor

Leo Burlá e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Fla-Flu não é feito apenas dos artilheiros e dos gols que ficam eternizados nas memórias de rubro-negros e tricolores, que voltam a se encontrar para mais uma decisão neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Em 1941, por exemplo, os personagens foram os remadores do Flamengo, que corriam para apanhar na Lagoa Rodrigo de Freitas as bolas chutadas pelos jogadores adversários. O esforço foi em vão: título carioca para os atletas das Laranjeiras. 

No dia 11 de dezembro de 1983, o protagonista do clássico válido pela fase decisiva do Estadual foi um urubu, ave que é mascote do Flamengo. A história foi eternizada no filme "Fla x Flu - 40 minutos antes do nada", e os responsáveis pelo episódio deram seus depoimentos.

O torcedor Márcio da "Fla Angra" resolveu levar o animal escondido em um bumbo. No início da partida, soltou o urubu, que pousou no gramado do Maracanã e desencadeou uma caça. Depois de alguns minutos e muitas tentativas, o bicho foi capturado pelo lateral tricolor Aldo.

Reprodução
O rubro-negro responsável por fazer voar o urubu em pleno Fla-Flu no Maracanã

Márcio não sabia, no entanto, o destino do urubu. A ave foi levada para a administração do estádio e parou nas mãos do tricolor Heitor D'Alincourt, que empalhou o urubu e guarda até hoje a relíquia como um troféu.

"Não me lembro quanto dei para o garoto pegar o urubu para mim. Estava saindo para o Maracanã e veio o garoto com o bicho. Botamos em uma caixa de papelão, abrimos o surdo e colocamos dentro. Chegando na rampa do Maracanã vieram fazer a vistoria, aí pegaram o surdo para balançar, balancei a perna junto", recordou Marcio, lembrando como conseguiu levar o animal ao estádio.

Para o desgosto dele, o urubu foi capturado e Assis marcou o gol da vitória aos 45 minutos do segundo tempo, o que tirou o Flamengo da disputa. Mas a história também tem seus vencedores, e Heitor D'Alincourt recorda com riqueza de detalhes a saga tricolor.

"Um amigo do meu avô disse: o urubu está lá. Aí um amigo teve a ideia de empalhar. A gente era moleque, empalhamos o urubu e ele ficava como um troféu. Foi legal, tiramos uma onda com os flamenguistas durante um bom tempo", contou.

Após 26 anos sem decidirem um título, os adversários históricos medem forças mais uma vez. Quem entra para a história em 2017? O primeiro capítulo da final será contado logo mais no Maracanã.

Reprodução
O torcedor tricolor guarda até hoje o emblemático urubu do Fla-Flu de 1983

FLUMINENSE X FLAMENGO

Data/ hora: 30/04/2017, às 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: João Batista de Arruda
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Wagner de Almeida Santos

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Wendel e Sornoza; Wellington Silva, Richarlison e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga

FLAMENGO
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Romulo e Willian Arão; Berrío (Everton), Gabriel e Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos