Rodinei faz gol do título do Fla, comemora com torcida e tem camisa furtada

Do UOL, em São Paulo

Diego Cavalieri já havia sido expulso aos 50min do segundo tempo, quando Alex Muralha interceptou uma cobrança de escanteio, Gabriel ficou com a bola e tocou para Rodinei. O lateral direito recebeu antes do meio-campo, correu até a entrada da área e finalizou no canto direito baixo de Orejuela, improvisado na meta do Fluminense: era o gol do título do Flamengo, que venceu por 2 a 1 e ficou com a taça do Estadual do Rio de Janeiro. No entanto, a história quase terminou mal para o camisa 2. Na comemoração, ele tirou a camisa, correu na direção dos torcedores e foi furtado por um torcedor.

"Estou rindo agora, lembrando do momento. Fui comemorar com a torcida e dei mole: tirei a camisa. Estou rindo agora, lembrando do momento. Fui comemorar com a torcida e dei mole: tirei a camisa. No outro jogo eu tinha brincado com o Diego que ia subir para comemorar com a torcida. Não consegui ver quem foi, mas pegaram minha camisa. Depois quero assistir para ver quem foi. Vou dentro dele", disse Rodinei, em tom de brincadeira, ao canal fechado "Sportv".

Para sorte de Rodinei, aquele foi o último lance do clássico deste domingo (07). O Flamengo, que já havia triunfado por 1 a 0 na partida anterior, ficou com a taça.

Foi o segundo jogo consecutivo com gol de Rodinei, que havia marcado para o Flamengo na quarta-feira (03), contra a Universidad Católica, em partida válida pela Copa Libertadores (anotou o segundo dos cariocas em triunfo por 3 a 1).

"Eu tinha colocado uma foto no Instagram na quarta-feira, e todo mundo falou que era o herói improvável. Hoje o professor Zé Ricardo me deu mais uma oportunidade e eu pude fazer o gol do título. É a melhor semana da minha vida, sem dúvida", disse o lateral.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos