Sob a batuta da molecada, Flamengo tem melhor início entre cariocas

Do UOL, no Rio de Janeiro

O vice da Sul-Americana, no fim das contas, pode render bons frutos ao Flamengo. Como o elenco principal demorou a entrar de férias e voltou aos trabalhos mais tarde, os medalhões do Rubro-negro ainda não estrearam e deram brecha para a molecada mostrar seu talento.

Após três jogos, o Flamengo mostrou resultado. O que antes poderia ser encarado como desvalorização do Carioca, hoje é visto como uma baita oportunidade. E quem pode colher ainda mais frutos é o Rubro-negro, única equipe com 100% de aproveitamento na competição.

O entrosamento, claro, não ocorre apenas dentro de campo. Fora dele, a afinidade fica clara até mesmo no momento da entrevista. Dentro das quatro linhas, Vinicius Jr deu passe para o primeiro gol do Flamengo, marcado por Lincoln. Na resenha? O jogador vendido para o Real Madrid cobra um jantar sem custos.

"Sensação única fazer meu primeiro gol pelos profissionais. Só tenho a agradecer esse carinho da torcida e ao Vinicius Jr, que me deixou na cara do gol. Jogo com ele desde os 11 anos e do lado dele é mais fácil", disse Lincoln. Vinicius não perdeu tempo. "Fez o gol com meu passe, então vai me pagar o jantar [risos]", brincou.

Os dois não são os únicos destaques do time. Lucas Paquetá, evidentemente, voltou em 2018 da mesma maneira como terminou 2017: abusado, participativo e com muita vontade. Ainda em busca do melhor ritmo, foi substituído no início do segundo tempo.

Além do trio, o Flamengo está tendo a possibilidade de observar outros três atletas que pouco tinham espaço: Ronaldo, Léo Duarte e Jean Lucas. O primeiro voltou de empréstimo do Atlético-Go e tem mostrado visão de jogo, além de muita pegada na marcação. O zagueiro, por sua vez, uma segurança que tem contagiado. Por gim, o apoiador, recém-promovido do sub-20, não tem se intimidado. Com camisa para dentro da bermuda, tem mostrado um futebol clássico e de muitas alternativas.

O Flamengo volta a campo no sábado, quando medirá forças com o Vasco, no Maracanã. Para o clássico, a tendência é que o técnico Carpegiani promova a estreia dos principais jogadores. Eles que abram o olho e mostrem um bom futebol porque a molecada está pedindo passagem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos